Eleições 2022: até quando é possível tirar o título de eleitor? Quem pode tirar? Como funciona?

Pontos-chave
  • Somente 10% dos jovens com idade entre 16 e 17 anos tiraram o título de eleitor;
  • Prazo final para emissão do título é no dia 4 de maio;
  • Documento pode ser emitido pela internet.

O título de eleitor é um documento obrigatório na hora de cumprir o dever como cidadão brasileiro e dar o voto nas eleições de 2022. No entanto, o título é opcional para jovens com idade entre 16 e 17 anos. 

Porém, jovens que vão completar 16 anos de idade até o dia 2 de outubro têm a chance de tirar o título de eleitor. O prazo final para a emissão ou regularização do documento é no dia 4 de maio. 

É importante reforçar o prazo de emissão do título de eleitor tendo em vista a baixa adesão pelo documento. Isso porque, nos últimos dias o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que apenas 10% dos jovens na faixa etária mencionada já adquiriram o título. 

O percentual atingiu o menor patamar em toda a série histórica. Por exemplo, enquanto nas eleições de 2018 para eleger o presidente da República, 1,4 milhão de brasileiros na faixa etária mencionada já haviam emitido o título de eleitor. Em 2022 este número caiu para 830 mil adolescentes. 

Como emitir o título de eleitor pela internet?

Embora a emissão do título de eleitor já fosse um procedimento relativamente tranquilo mesmo no modelo presencial, agora, com a evolução tecnológica ficou ainda mais fácil e rápido. Quem precisar, poderá emitir o título de eleitor sem sair de casa, basta acessar a internet. Pelo menos, até o próximo dia 4 de maio. 

A emissão deve ser feita pelo sistema TítuloNet, que pode ser acessado tanto pelo computador, quanto tablet e celular. Posteriormente basta clicar na opção “não tenho” e depois “Título de Eleitor”. Por fim, será necessário preencher todo o formulário com informações pessoais como o nome completo, e-mail, número do RG, local e data de nascimento. 

Na sequência, o solicitante do título deve anexar ao menos quatro fotos junto ao requerimento para comprovar a identidade. A primeira deve ser uma selfie segurando algum documento de identidade oficial. As próximas duas devem ser da própria documentação utilizada para comprovar a identificação da primeira foto. Por fim, a terceira imagem deve ser de um comprovante de residência. 

Se tratando da emissão do título de eleitor por homens na faixa etária de 18 a 45 anos de idade, será preciso enviar também uma foto do comprovante de quitação junto ao serviço militar. Vale ressaltar que as imagens devem estar em boa resolução e, portanto, totalmente legíveis. Do contrário, há a possibilidade de ter o pedido negado pela Justiça Eleitoral. 

A solicitação do título de eleitor pode ser acompanhada pela internet, basta acessar a guia “Acompanhar Requerimento” e informar o número do protocolo gerado na primeira fase do atendimento. 

Processados todos os dados sem nenhuma pendência, o eleitor pode baixar o aplicativo e-Título no celular, e começar a usar a versão digital do documento, dispensando a necessidade e obrigatoriedade do título de papel. A plataforma possibilita o rápido e fácil acesso a todas as informações pessoais armazenadas em um banco de dados da Justiça Eleitoral.

Campanha em prol do título

Diante da informação do TSE sobre a baixa adesão dos jovens ao título de eleitor, alguns famosos se uniram em uma campanha informal nas redes sociais. Veja o clamor feito por algumas delas:

Anitta

Anitta, que se consolidou como a cantora pop brasileira com a maior projeção internacional, incentiva os jovens a tirarem o título de eleitor, a começar dos fãs. A artista fez o clamor através da conta dela no Twitter com a seguinte fala: “Então agora é isso, me pediu foto quando me encontrou em algum lugar? Se for maior de 16, eu só tiro a foto se tiver foto do título de eleitor

Giovanna Ewbank

A atriz e apresentadora Giovanna Ewbank também entrou na “brincadeira” através da conta dele no Twitter. Em tom de advertência ela disse: “Gente, pro Brasil mudar tem que votar direito e pra isso TEM que tirar o título”. Logo em seguida ela instruiu os seguidores com os passos necessários para emitir o documento, informando que o procedimento pode ser feito tanto no aplicativo quanto no site do TSE. 

Assim como a publicação de Anitta, o post de Ewbank também foi compartilhado por Bruna Marquezine com os seguintes dizeres: “Bora, galera adolescentes”! Em complemento ao tuíte de Anitta ela ponderou: “Vocês ficam falando ‘Anitta, faz alguma coisa’, mas não dá pra salvar o país sozinha não… Vamos coçar o saco vocês também… Faz esse título de eleitor aí logo”, afirmou.

Mark Ruffalo

O Íncrivel Hulk, melhor dizendo, o ator que interpretou o personagem nervosinho entre tantos outros papeis aclamados como Matt Flamhaff em De Repente 30, também se juntou à campanha compartilhando o tuíte de Anitta. Na oportunidade ele fez uma comparação com as eleições presidenciais norte-americanas. 

“Em 2020, os americanos só derrubaram Donald Trump porque um número recorde de eleitores fez uso de seus direitos democráticos, em especial os jovens. Para derrotar Bolsonaro, brasileiros de 16 e 17 anos precisam se registrar para votar no próximo pleito”, concluiu. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.