Eleições 2022: confira como regularizar o título de eleitor

Prazo para a regularização do título de eleitor é determinado pela Justiça. Os cidadãos terão até o dia 4 de maio para validarem o documento que autoriza a participação nas eleições de 2022. O procedimento deve ser feito pela internet, sob a necessidade de comprovação do titular. Acompanhe.

As eleições de 2022 acontecem no segundo semestre deste ano, mas a população tem até o mês de maio para regularizarem o título de eleitor. Mudança do local de votação, pagamento de multas e demais procedimentos devem ser feito dentro do prazo para garantir a participação na campanha.

Quem estiver em dúvidas quanto a situação do título, pode consultar pelo sistema Título Net. Na plataforma, informe os dados de identificação pessoal e veja se há necessidade de fazer algum reajuste. O cidadão que não votou nas últimas eleições, precisa fazer o pagamento da multa de R$ 3,50, caso não tinha justificado sua falta.

Há ainda os títulos que foram cancelados devido a ausência por três votações consecutivas. Para esse grupo, além da multa, é preciso requerer a revisão do cancelamento ou a transferência de domicílio para ficar em dia com a Justiça Eleitoral.

Como regularizar o título de eleitor

Para resolver suas pendencias com a justiça eleitoral, acesse o Título Net. Será feito um procedimento de checagens e quitação de pendências, sendo posteriormente necessário anexar a seguinte documentação:

  • Documento oficial de identidade com foto (frente e verso).
  • Comprovante de residência recente (no caso de transferência, prazo mínimo de três meses de residência no novo endereço).
  • Comprovante de pagamento de débito com a Justiça Eleitoral (quando houver débito).
  • Comprovante de quitação do serviço militar, para o alistamento, sendo o requerente do sexo masculino (exigência a partir de 18 anos até 31 de dezembro do ano que completar 45 anos).

Depois de anexar os informes acima, você precisa tirar uma foto, selfie, segurando seu documento ao lado do rosto. Por fim, valide o pedido de regularização e aguarde o andamento do processo.

A justiça eleitoral enviará para seu e-mail e celular um código que lhe permitirá consulta sobre as mudanças. No caso de quem reside fora do país, a validação exige ainda a aprovação na embaixada ou consulado do Brasil, sendo possível apenas votar nas eleições para presidente da República.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.