Como abrir uma conta “gov.br”? Saiba como realizar cadastro, consulta e troca de senha

Plataforma do governo federal garante concessão de seus benefícios. Nas últimas semanas, o poder público vem aprovando uma série de abonos. Saque extra do FGTS, reajustes no INSS, entre outros, estão sendo confirmados. Para a grande maioria, a vinculação do gov.br é obrigatória. Abaixo, saiba como gerar seu cadastro.

O gov.br funciona como a principal plataforma do governo federal. Por meio dela, são realizadas triagens, acompanhamento de cadastro e pagamentos de uma série de programas. Para acessar ferramentas como o Meu INSS, FGTS, e demais espaços virtuais da união, é preciso estar conectado.

Passo a passo para se cadastrar no gov.br

  • Abra o aplicativo Gov.br, disponível para Androide iOS, e toque em “Entrar com gov.br”;
  • Depois disso insira o seu CPF e clique em continuar;
  • Escolha um banco ou selecione “Tentar de outra forma”;
  • Preencha os dados indicados, como nome da mãe e data de nascimento e selecione “confirmar”;
  • Veja os dados e confirme se estiverem corretos;
  • Depois disso você vai receber um código, por e-mail ou SMS. Digite o código para seguir com a criação da conta gov.br
  • Crie uma senha conforme solicitado;
  • Lembre-se de evitar senhas fáceis demais, já que seus dados pessoais podem ser expostos;
  • Pronto conta gov.br criada – basta acessar e utilizar nos aplicativos que solicitam como a carteira digital e o dinheiro esquecido nos bancos, entre outros.

Como recuperar login e senha?

  • Abra o aplicativo Gov.br, disponível para Androide iOS, e toque em “Entrar com gov.br”;
  • Digite seu CPF e toque em “Continuar”;
  • Nesta tela, toque em “Esqueci minha senha”;
  • Resolva o Captcha e toque em “Avançar”;
  • Escolha uma das opções de recuperação disponíveis para gerar uma nova senha e toque em “Enviar código” na página seguinte;
  • Insira o código recebido e toque em “Avançar”;
  • Digite uma nova senha, em seguida, toque em “Concluir”.

Quais são os serviços vinculados ao gov.br?

  • Meu INSS;
  • br;
  • CNH digital;
  • Carteira de Trabalho Digital (CTPS);
  • Conecte SUS;
  • eSocial;
  • Inscrever-se no ENEM, SISU, FIES e PROUNI;
  • Certificado de Habilitação Técnica (CHT), da ANAC;
  • Consultar certificado de dispensa do Serviço Militar;
  • br;
  • Sistema Valores a Receber (SVR);
  • Serviços municipais e estaduais.

Níveis de cadastro no gov.br

Há mais de um perfil de cadastro na plataforma, otimizando e liberando diferentes tipos de atendimento e serviço. Eles são divididos nos seguintes grupos:

Como obter nível prata

  • Validação facial pelo aplicativo gov.br para conferência da sua foto nas bases da Carteira de Habilitação (CNH)
  • Validação dos dados pessoais via internet banking de um banco credenciado
  • Validação dos dados com usuário e senha do SIGEPE, se o cidadão for servidor público federal

Como obter nível ouro

  • Validação facial pelo aplicativo gov.br para conferência da sua foto nas bases da Justiça Eleitoral
  • Validação dos seus dados com Certificado Digital compatível com ICP-Brasil

Como fazer prova de vida pelo Meu Gov.br?

  • Faça login na sua conta no Meu INSS para dar início a prova de vida. Em seguida, na tela inicial, selecione “Prova de Vida” e logo após clique em “Iniciar a prova de vida”.
  • Agora você precisará fazer a biometria no Meu Gov.br, conforme descrito nas imagens.
  • Autenticação da prova de vida – Abra o aplicativo Meu Gov.br em seu celular, acesse sua conta e em seguida clique em “Autorizações”. Selecione a autorização pendente, clique em “Autorizar” e “Ok”.
  • Informe seus dados
  • O próximo passo é responder a pergunta que o aplicativo fará sobre um dos seus documentos, CNH ou Título de Eleitor.
  • Após, autorize o aplicativo a utilizar sua câmera, pois chegou a hora de fazer sua validação facial.
  • Chegamos à última etapa, fazer a foto! Posicione seu rosto seguindo as instruções que irão aparecer na tela.
  • Pronto! Sua biometria foi concluída e você pode voltar ao aplicativo Meu INSS para conferir sua prova de vida.

Eduarda Andrade
Mestre em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Atualmente se divide entre a edição do Portal FDR e a sala de aula. - Como jornalista, trabalha com foco na produção e edição de notícias relacionadas às políticas públicas sociais. Começou no FDR há três anos, ainda durante a graduação, no papel de redatora. Com o passar dos anos, foi se qualificando de modo que chegasse à edição. Atualmente é também responsável pela produção de entrevistas exclusivas que objetivam esclarecer dúvidas sobre direitos e benefícios do povo brasileiro. - Além do FDR, já trabalhou como coordenadora em assessoria de comunicação e também como assessora. Na sua cartela de clientes estavam marcas como o Grupo Pão de Açúcar, Assaí, Heineken, Colégio Motivo, shoppings da Região Metropolitana do Recife, entre outros. Possuí experiência em assessoria pública, sendo estagiária da Agência de Desenvolvimento Econômico do Estado de Pernambuco durante um ano. Foi repórter do jornal Diário de Pernambuco e passou por demais estágios trabalhando com redes sociais, cobertura de eventos e mais. - Na universidade, desenvolve pesquisas conectadas às temáticas sociais. No mestrado, trabalhou com a Análise Crítica do Discurso observando o funcionamento do parque urbano tecnológico Porto Digital enquanto uma política pública social no Bairro do Recife (PE). Atualmente compõe o corpo docente da Faculdade Santa Helena e dedica-se aos estudos da ACD juntamente com o grupo Center Of Discourse, fundado pelo professor Teun Van Dijk.