Projeto que promete gasolina a R$ 5 e gás de cozinha a R$ 65 avança no Senado

Combustíveis podem ter o preço congelado no Brasil. Nessa semana, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal se reuniu para aprovar um projeto de lei que objetiva estabilizar o valor da gasolina e do gás de cozinha. A proposta sugere mudanças na política de preço desses produtos e pode resultar em novos impostos.

publicidade
Projeto que promete gasolina a R$ 5 e gás de cozinha a R$ 65 avança no Senado (Imagem: FDR)
Projeto que promete gasolina a R$ 5 e gás de cozinha a R$ 65 avança no Senado (Imagem: FDR)

Cada vez mais o brasileiro vem sentindo no bolso os impactos da inflação. A gasolina está sendo comercializada a mais que R$ 6, enquanto o gás de cozinha domestico ultrapassou o valor de R$ 100. Com isso, o Senado aprovou um projeto que espera congelar o preço dos produtos.

Gasolina por R$ 5 e gás de cozinha por R$ 65

Segundo o texto do projeto, o valor da gasolina seria fixado em R$ 5 o litro. Já o gás de cozinha ficaria por R$ 65. Para isso, o governo teria que alterar a política de preço e criar um imposto de exportação sobre petróleo.

publicidade

A proposta é de autoria do senador Rogério Carvalho (PT-SE), que sugere a criação de diretrizes e referencias para a política de preços derivados. De acordo com ele, é preciso levar em consideração não somente as taxações internacionais, mas também os custos internos de produção.

“Caso aprovada, o lucro da Petrobras se manteria em 50%. O preço da gasolina reduziria dos atuais R$ 8, para R$ 5 e o gás de cozinha de R$ 120 para R$ 65 “, publicou Carvalho em rede social.

Se for aprovado, o projeto irá criar um sistema de bandas como ferramenta para estabilizar o preço dos produtos. Além disso, serão elaboradas fontes adicionais de receitas com dividendos da Petrobras devidos à União e participações governamentais.

A medida deverá ser novamente analisada pelos senadores e demais parlamentares ao longo das próximas semanas, mas se encaminha sem caráter de urgência.

Vale gás em concessão

Quando debate politicas para redução do botijão de gás, o governo passará a ofertar uma ajuda de custo para os brasileiros mais vulneráveis.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quem estiver inscrito no Cadastro Único terá direito há um recebimento de R$ 50 para o reabastecimento do botijão de 13 kg. A triagem dos segurados vem sendo feita em parceria com a Dataprev.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!