FIM do calendário do Bolsa Família para 1ª parcela do auxílio; veja novas datas

Pontos-chave
  • Primeira parcela do auxílio emergencial para o Bolsa Família terminou hoje, 30;
  • Segunda parcela para este grupo começará no dia 18 de maio;
  • Bolsa Família tem até este sábado, 1º, para contestar auxílio emergencial negado.

Termina nesta sexta-feira, 30, o calendário de pagamentos da primeira parcela do auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família. Os depósitos para este grupo tiveram início no dia 16 de abril. 

FIM do calendário do Bolsa Família para 1ª parcela do auxílio; veja novas datas
FIM do calendário do Bolsa Família para 1ª parcela do auxílio; veja novas datas. (Imagem: FDR)

Nota-se um intervalo de tempo entre os primeiros pagamentos efetuados para o primeiro grupo no dia 6 de abril. Este grupo é composto por:

  • Beneficiários aprovados pelo site do auxílio emergencial;
  • Beneficiários aprovados pelo aplicativo do auxílio emergencial;
  • Beneficiários aprovados pela inscrição no Cadastro Único (CadÚnico).

A espera pelo calendário para o Bolsa Família ocorreu em respeito ao modelo original do programa de transferência de renda. Isso porque, originalmente o pagamento do Bolsa Família acontece nos últimos dez dias úteis de cada mês, com base no dígito final do Número de Identificação Social (NIS).

Estes são critérios mantidos pelo Governo Federal na integração deste grupo no auxílio emergencial

Nesta semana, entre os dias 26 e 30 de abril, receberam o auxílio emergencial os cidadãos inscritos no Bolsa Família cujo o final do NIS é: 6, 7, 8, 9 e 0.

Este grupo pode movimentar os valores na mesma data, incluindo saques com o Cartão do Bolsa Família e transferências para outras agências bancárias.

O depósito do auxílio emergencial para o Bolsa Família é efetuado na conta poupança social digital gerenciada pelo aplicativo Caixa Tem. 

Nesta plataforma, o usuário tem a oportunidade de utilizar uma série de ferramentas, como pagar boletos, realizar compras online com o cartão de débito virtual ou presenciais através da leitura do QR Code emitido pela máquina de cartão magnético. Também é possível fazer pagamentos por PIX e transferências via TED e DOC. 

Diante da implementação do auxílio emergencial, o Bolsa Família teve os valores alterados. Neste sentido, é importante ressaltar que o beneficiário não é autorizado a acumular o valor de ambos os benefícios, pois prevalecerá o pagamento daquele de maior valor. 

Sendo assim, o beneficiário do Bolsa Família também fica sujeito aos novos critérios de recebimento de um dos três valores do auxílio emergencial 2021. São eles:

  • R$ 150 para quem mora sozinho (141 mil pessoas);
  • R$ 250 para o responsável pelo grupo familiar (39 mil pessoas);
  • R$ 375 para as mães solteiras chefes de família (24 mil pessoas).

É importante mencionar que neste sábado, 1º de maio, é o último dia para o Bolsa Família que teve o auxílio emergencial 2021 negado, contestar o resultado junto ao Dataprev. 

Antes de mais nada, é preciso saber sobre o direito ao benefício em 2021 e a respectiva contestação, basta acessar o site: https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/.

Na página inicial, será preciso fornecer os seguintes dados: nome completo, data de nascimento, número do CPF e nome da mãe. 

Em seguida, o usuário será redirecionado a uma nova página onde poderá visualizar a elegibilidade ou inelegibilidade ao auxílio emergencial 2021. O resultado do benefício negado virá acompanhado dos critérios que impediram o pagamento da nova rodada, junto ao botão para solicitar a contestação. 

Agora, a segunda parcela do auxílio emergencial para o Bolsa Família está prevista para ser paga somente do dia 18 de maio em diante, seguindo o mesmo padrão citado acima. Vale ressaltar que estes beneficiários não precisam aguardar pelo prazo de 30 dias para realizar saques e transferências. Este é um critério específico do primeiro grupo contemplado pelo benefício. 

Novo Bolsa Família 2021

O Bolsa Família recebe o auxílio emergencial durante os meses de abril, maio, junho e julho. Ao final deste período, estes beneficiários deverão voltar a ser contemplados pela quantia original do programa.

No entanto, é preciso que até lá o Governo Federal conclua todos os trâmites que vem prometendo sobre a reformulação do Bolsa Família. 

A proposta é para unificar outros três benefícios ao Bolsa Família, além de elevar o valor ofertado há anos. No geral, os critérios que dão direito ao programa de transferência de renda continuam os mesmos. A previsão é para que o novo Bolsa Família seja retomado em agosto deste ano.

FIM do calendário do Bolsa Família para 1ª parcela do auxílio; veja novas datas
FIM do calendário do Bolsa Família para 1ª parcela do auxílio; veja novas datas. (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Calendário do auxílio emergencial para o Bolsa Família

Dígito final do NIS Parcela 1 Parcela 2 Parcela 3 Parcela 4
NIS final 1 16 de abril 18 de maio 17 de junho 19 de julho
NIS final 2 19 de abril 19 de maio 17 de junho 19 de julho
NIS final 3 20 de abril 20 de maio 21 de junho 21 de julho
NIS final 4 22 de abril 21 de maio 22 de junho 22 de julho
NIS final 5 23 de abril 24 de maio 23 de junho 23 de julho
NIS final 6 26 de abril 25 de maio 24 de junho 26 de julho
NIS final 7 27 de abril 26 de maio 25 de junho 27 de julho
NIS final 8 28 de abril 27 de maio 28 de junho 28 de julho
NIS final 9 29 de abril 28 de maio 29 de junho 29 de julho
NIS final 0 30 de abril 31 de maio 30 de junho 30 de julho

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA