Com a realização do novo Saeb, os alunos vão ser avaliados enquanto cursam o ensino médio e ao final terão as médias calculadas. O programa se parece muito com o Sistema Seriado de Avaliação, o SSA. Desde maio já se fala no Enem Seriado, ele é mais uma alternativa que o Governo cria para possibilitar o ingresso na Universidade.

publicidade
“Enem seriado” vai avaliar desempenho anual dos alunos no ensino médio
“Enem seriado” vai avaliar desempenho anual dos alunos no ensino médio. (Imagem/Reprodução Google)
publicidade

O Saeb, Sistema de Avaliação da Educação Básica, já é realizado no Brasil há anos e serve como um dos componentes formadores do Ideb.

Enem seriado, o que é?

Esse “novo” exame surge a partir da aplicação anual do Saeb a partir do 2° ano do ensino fundamental. A ideia é realizar a prova impressa até o 4° ano do ensino fundamental e a partir do ano seguinte iniciar com a prova digital.

A nota divulgada pelo Inep com o lançamento do Enem Seriado faz a definição completa do que ele é:

“O novo Saeb traz o chamado Enem seriado. Nele, as provas dos alunos do ensino médio formarão uma nota a partir da pontuação adquirida em cada uma das três séries, que poderá ser utilizada para acesso ao ensino superior. Os estudantes que fizerem a prova da 1ª série em 2021 já estarão concorrendo a vagas nas universidades para quando concluírem o ensino médio, em 2023″, diz a nota.

A ideia é que esse tipo de Enem e o tradicional possam ser duas oportunidades distintas de ingressar em uma Universidade.

A proposta do Inep é semelhante ao Sistema Seriado de Avaliação, utilizado em instituições como a Universidade de Pernambuco.

Nele, os dois primeiros anos do ensino médio formam 60% da nota, enquanto que o 3º ano corresponde aos 40% restante.

Em quais programas vou poder usar a média do Enem Seriado?

O Inep já divulgou que a média alcançada pelo estudante nesse tipo de exame poderá ser utilizada da mesma forma que as médias alcançadas no Enem Tradicional.

Ou seja, o estudante pode participar do Programa Universidade para Todos, Prouni; Fundo de Financiamento Estudantil, Fies; e do Sistema de Seleção Unificada, SiSU.

Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II.

Atualmente, trabalha com professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.