VITÓRIA! Governo exige AUMENTO na média salarial de todas as empresas nacionais

Na última segunda-feira (11) o ministro do Trabalho, Luiz Marinho, participou do lançamento do Pacto Nacional pela Inclusão Produtiva das Juventudes. Na ocasião, aproveitou para pedir que as empresas aumentem a média salarial dos seus funcionários. Dados indicam que a maioria ganha até R$ 1,7 mil no mês.

VITÓRIA! Governo exige AUMENTO na média salarial de todas as empresas nacionais
VITÓRIA! Governo exige AUMENTO na média salarial de todas as empresas nacionais (Imagem: FDR)

De acordo com o discurso de Marinho, embora a taxa de desemprego tenha caído e mais pessoas tenham consigo formalizar seu serviço, a média salarial ainda é baixa. A maior parte dos brasileiros estão em cargos que oferecem de R$ 1,5 mil a R$ 1,7 mil por mês como remuneração.

Ministro sugere reajuste na média salarial dos funcionários

O discurso de Luiz Marinho aconteceu no evento promovido pelo ministério do Trabalho, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), e a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Na ocasião, ele sugeriu que as empresas aumentem a média salarial dos seus funcionários baseados nos lucros obtidos.

 “A gente também deixa uma reflexão para as empresas pensarem a sua estrutura de salários, se está adequada ao seu nível de lucratividade, se estão compatíveis os ganhos com pagar um salário melhor”, sugeriu.

Nos últimos dias tem circulado pelas redes sociais vídeos de trabalhadores trazendo justamente esse ponto. Um fala sobre a liberação do abono natalino, o 13º salário, que foi liberado atrasado enquanto os funcionários mantinham o compromisso com a empresa.

Outro vídeo que viralizou nos últimos dias foi de um trabalhador que recebeu um bombom de chocolate em retribuição pelo lucro bilionário da empresa. Ele critica a forma como o empregador lhe retribuí, e a imagem foi compartilhada por muitas pessoas nas redes sociais.

Quando o reajuste de salário é obrigatório?

Existem alguns casos em que o reajuste da média salarial dos funcionários é obrigatório. Nesta situação a empresa precisa seguir uma ordem que normalmente vem de uma lei federal ou estadual.

  • Reajuste do salário mínimo que acontece todo início de ano;
  • Reajuste baseado no contrato de admissão que pode prever quando esse acréscimo vai ocorrer, por exemplo, a cada dois anos, e usando qual índice como referência;
  • Quando o governo do estado estabelece um novo piso salarial para determinados cargos.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]