Golpe para regularizar o CPF está circulando; saiba como evitá-lo

A Receita Federal alerta sobre a existência de um golpe para regularizar o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). Diversos contribuintes, independentemente de sua situação no CPF, vêm recebendo mensagens, por SMS, e-mails e WhatsApp informando que estão em situação irregular junto ao Fisco.

Nesse golpe, as mensagens enviadas por golpistas contém links que induzem ao recolhimento de uma falsa taxa, com a finalidade de regularizar o CPF. O modo de abordar os cidadãos — que muitas vezes nem precisam de regularização —, é se identificando como “Receita”.

Os criminosos, na abordagem, usam o termo “IRPF”, referente ao Imposto de Renda. Eles ainda utilizam as cores da entidade e da bandeira nacional. Devido a isso, há pessoas que acreditam que estão entrando em contato com o órgão oficial do governo federal. Contudo, isso é falso, segundo alertado pela Receita.

Entre as vítimas, existem casos de brasileiros que, depois de pagarem o dinheiro, compareceram ao atendimento da Receita Federal e descobriram que não tinha nada a ser regularizado. Ou pior, há quem soube que tinha pendências — como falta de declaração e multas por atraso.

Esse golpe preocupa muitos. O motivo é porque, quando o CPF fica em situação regular, o seu detentor fica impossibilitado, por exemplo, de abrir ou movimentar contas bancárias, participar de concursos, entre outros serviços. Diante disso, é importante se atentar à situação do documento.

Como descobrir se o CPF está regularizado

Para saber se o CPF está regularizado, a pessoa deve acessar o site da Receita Federal e preencher os dados solicitados. Uma mensagem informará a atual situação do documento.

Após a confirmação do status do documento, a regularização pode ser realizada pelo site da Receita — de forma gratuita. Após entrar, o cidadão precisa selecionar a opção “Meu CPF”, em que encontrará orientações sobre como corrigir a situação cadastral conforme a irregularidade encontrada no sistema.

Como não cair no golpe para regularizar o CPF

A Receita Federal informa que as mensagens enviadas por ela não têm link de acesso. Para constatar se existem notificações oficiais, há a recomendação de sempre acessar o portal e-CAC.

O Fisco orienta que, independentemente de qual seja a situação do CPF, se ela receber alguma mensagem de remetente se passando pela Receita, ela precisa consultar a situação do seu CPF e buscar orientações diretamente no site da Receita e efetuar as providências necessárias sem custo.

De qualquer modo, a Receita aponta algumas dicas para evitar golpes ao receber mensagens suspeitas: não abrir arquivos anexados em e-mailsnão acionar links para endereços da internet; e excluir a mensagem imediatamente.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.