Golpe do emprego viraliza; saiba como não cair nas falsas oportunidades

Farsantes se aproveitam da necessidade de recolocação profissional para aplicar o golpe do emprego. Prática tem se espalhado pela internet e você pode evitar de cair seguindo algumas dicas.

Golpe do emprego viraliza; saiba como não cair nas falsas oportunidades
Golpe do emprego viraliza; saiba como não cair nas falsas oportunidades (Imagem: Montagem/FDR)

Nem mesmo o momento de buscar uma oportunidade de trabalho tem sido respeitado pelos golpistas no Brasil, uma prática tem se espalhado pela internet e feito cada vez mais vítimas.

Em geral, você recebe uma ligação anunciando uma vaga de emprego, se interessa, mas, para participar do processo seletivo precisa pagar uma taxa ou fornecer dados pessoais. Esses farsantes de aproveitam tanto do WhatsApp quanto de anúncios em redes sociais.

Não é difícil explicar como pessoas mal-intencionadas encontraram no campo de recrutamento e seleção a oportunidade perfeita para espalhar seus golpes. “A barreira de entrada nessa área é muito baixa. Qualquer pessoa pode se identificar como um headhunter, pois a única ferramenta necessária é um computador ou telefone”, explica Maria Sartori, diretora especializada da Robert Half.

Michael Page, consultoria especializada em recrutamentos de alta e média gerência, teve seu nome indicado, a uma fraude do tipo. Golpistas usando a marca da empresa para criar sites falsos, até mesmo a sites falsos.

“Na verdade, esses golpes acontecem e estão acontecendo cada vez mais”, afirmando Ricardo Basaglia, CEO Page Group.

Dicas para não cair no golpe do emprego

Confira abaixo algumas dicas que podem te livrar esse golpe:

Verifique com fontes

Ricardo Basaglia aconselha que o candidato busque informações sobre vagas nos sites oficiais da empresa. O candidato pode acessar e procurar saber se a seleção está realmente acessível, caso não encontre, desconfie.

Procure referências

Foi abordado por algum perfil? Cheque quem você tem em comum com ele e busque informações com essa pessoa. Recebeu uma ligação? Tente anotar as informações que forem passadas para você e busque dados na internet, o mesmo vale para as mensagens via WhatsApp.

Jamais faça qualquer tipo de pagamento para ter acesso a uma vaga ou processo seletivo de emprego. 

“O headhunter nunca é remunerado pelo candidato, sim, pela empresa que o contrata para buscar os perfis para composição determinada posição“, resume Maria Satori.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.