Governo apoia criação de auxílio para os caminhoneiros; confira os detalhes

O governo federal deu aval para a aprovação de um auxílio-diesel para os caminhoneiros. Projetos criando o benefício, bem como um auxílio-gasolina para taxistas e motoristas de aplicativo, tramitam atualmente no Congresso. Tanto a equipe econômica, chefiada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, quanto a “ala política” do governo, já estariam apoiando essas medidas, vistas como necessárias para compensar a alta dos preços dos combustíveis.

Também existe o risco, atualmente, de que seja deflagrada uma greve entre os caminhoneiros, semelhante à que ocorreu em 2018. Caso isso ocorra, o impacto sobre a economia brasileira e, consequentemente, sobre os planos de reeleição de Bolsonaro, seria enorme.

O governo vem adotando algumas medidas em auxílio aos consumidores nos últimos anos, mas que são consideradas insuficientes pela categoria. Além de reajustes nas tabelas de fretes, houve isenção de PIS/Cofins sobre o diesel em março e abril de 2021 e a liberação de linhas de crédito especiais para os caminhoneiros através da Caixa e do Banco do Brasil.

Vai faltar diesel?

Os aumentos seguidos no preço do diesel vendido pela Petrobras às distribuidoras, e que se reflete no encarecimento do diesel nas bombas dos postos, têm enfurecido os caminhoneiros. Após o último reajuste, implementado em 10 de maio, diversas entidades chegaram a demonstrar a intenção de deflagrar uma greve.

O risco de uma nova paralisação pode aumentar muito em breve. Isso porque a Petrobras já considera novos aumentos no preço do diesel para compensar a escassez do combustível no mercado internacional, que pode, inclusive, ocasionar um desabastecimento no terceiro trimestre.

O risco de falta de diesel já foi comunicado pela estatal ao governo. Caso se confirme, haveria um impacto sobre a exportação das safras de inverno, especialmente de soja.

Auxílio-diesel e auxílio-gasolina

Algumas propostas que tramitam no Congresso preveem a criação de auxílios ou vouchers para o custeio de combustível pelos motoristas brasileiros.

O Projeto de Lei 1.472/2021, aprovado no Senado em março, cria o auxílio-gasolina, de R$ 300, para motoristas de aplicativo, taxistas, mototaxistas e condutores de embarcações de pequeno porte, e de R$ 100, para motoristas de ciclomotor e motos de até 125 cilindradas.

O auxílio-diesel, por sua vez, poderia funcionar como um voucher, a ser usado pelos caminhoneiros na hora de abastecer em postos. O governo chegou a considerar um benefício desse tipo no ano passado, com valor de R$ 400 por mês.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.