Saque emergencial do FGTS: quando vale a pena retirar a mensalidade de R$ 1 mil?

Brasileiros questionam-se sobre liberação financeira no FGTS. Apesar da aprovação de um saque emergencial nas contas do fundo de garantia, muitos cidadãos estão com receio de retirar a quantia. Abaixo, saiba em quais situações sua adesão é válida.

Saque emergencial do FGTS: quando vale a pena retirar a mensalidade de R$ 1 mil? (Imagem: FDR)
Saque emergencial do FGTS: quando vale a pena retirar a mensalidade de R$ 1 mil? (Imagem: FDR)

O governo federal acaba de aprovar um novo saque pelo FGTS, mas dessa vez há parte significativa da população que pode não aderir ao pagamento. O principal motivo é a possibilidade de perder a rentabilidade nos saldos do fundo de garantia.

O valor de até R$ 1 mil será disponibilizado para 42 milhões de brasileiros com contas ativas e inativas. Os pagamentos acontecem de 20 de abril até 15 de junho, sendo o saque disponibilizado pelo Caixa Tem.

Quando vale a pena aderir ao saque emergencial do FGTS?

De acordo com a Liao Yu Chieh, educador financeiro do C6 Bank, o valor só é vantajoso para quem estiver em situação de inadimplência. Em entrevista ao Valor Econômico, ele explica que o benefício se torna vantajoso porque a quantia parada rende mais na poupança do que no próprio FGTS.

“Atualmente, a poupança rende a TR (Taxa Referencial) mais 6% ao ano, ou seja, 6,91% ao ano, enquanto o dinheiro na conta do FGTS rende a TR mais 3% ao ano, ou seja, 5,65% ao ano. A Selic, a taxa básica de juros da economia, que é referência para os investimentos de renda fixa, está em 11,75% ao ano, e a expectativa é que ela suba ainda mais”, detalhou.

 “Mesmo com a distribuição do lucro, do ponto de vista financeiro, é mais vantagem sacar o dinheiro do FGTS e investir em outra coisa”, afirma Chieh.

“O importante é começar a investir, não importa a quantia. A partir desse início, a pessoa pode criar o hábito de tentar aplicar um pouco por mês e ver seu dinheiro render”, concluiu.

Simulação do rendimento pelo FGTS

Quanto rende R$ 1.000

Rendimento Valor líquido após um ano Valor líquido após dois anos
FGTS 5,65% 1.056,54 1.116,27
Poupança 6,91% 1.069,11 1.143,00
CDB 101% CDI com liquidez diária 13,13% 1.108,31 1.237,83
CDB 108% CDI sem liquidez diária 13,62% 1.112,36 1.247,29

Fonte: C6 Bank

Calendário – saque emergencial FGTS

Mês de nascimento Data de depósito no Caixa Tem
Janeiro 20 de abril
Fevereiro 30 de abril
Março 04 de maio
Abril 11 de maio
Maio 14 de maio
Junho 18 de maio
Julho 21 de maio
Agosto 25 de maio
Setembro 28 de maio
Outubro 1º de junho
Novembro 08 de junho
Dezembro 15     e junho

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.