É possível se inscrever ou atualizar o cadastro no CadÚnico pela internet?

O Cadastro Único (CadÚnico) é o sistema criado pelo Governo Federal criado para atuar como uma espécie de banco de dados reunindo informações de pessoas em situação de vulnerabilidade social. A partir daí é possível identificar cidadãos de baixa renda e direcioná-los a iniciativas sociais.

Recentemente, o CadÚnico tem sido amplamente divulgado como a ponte de acesso a programas como o Auxílio Brasil, Tarifa Social e outras iniciativas governamentais. Por esta razão surgiu o desejo expressivo por parte de vários cidadãos pela inclusão neste sistema, com isso, também vem a dúvida sobre os meios de inscrição e atualização dos dados cadastrais.

Alguns cidadãos se perguntam sobre a possibilidade de se inscrever ou atualizar os dados do CadÚnico pela internet. Mas infelizmente a resposta é não. Apesar de o Governo Federal ter liberado essas ações pela linha telefônica: 0800 707 2003, foi uma exclusividade viabilizada durante o período mais crítico da pandemia da Covid-19.

Vale destacar que o aplicativo do CadÚnico também não é uma opção. Ambos os procedimentos, inscrição e atualização, devem ser realizados obrigatória e exclusivamente no modelo presencial. Para isso, é preciso se dirigir ao órgão competente no município onde reside.

Normalmente, este órgão é o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), onde fica o departamento do CadÚnico. Após agendar um horário, basta se dirigir à unidade responsável pela região onde reside e apresentar toda a documentação básica necessária, como:

  • CPF;
  • RG;
  • Carteira de Trabalho;
  • Comprovante de residência (água ou luz) dos últimos três meses;
  • RANI;
  • Título de Eleitor;
  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;

Ao entregar toda essa documentação de cada um dos membros do grupo familiar, o representante deverá responder a um questionário que aborda a estrutura residencial, posse de bens móveis como: geladeira, fogão, televisão, microondas, aparelho de DVD, etc. Também seria preciso mencionar os gastos estimados com energia, água, alimentação e similares.

Passados 15 dias, basta entrar em contato novamente com o CRAS para obter o Número de Identificação Social (NIS). Destacando que o CadÚnico é direcionado para famílias vulneráveis, cuja renda per capita não ultrapasse meio salário mínimo e a familiar, três salários mínimos.

Um mesmo cadastro é válido para todo o grupo familiar, o qual deve ser feito pelo representante escolhido por comum acordo entre todos os familiares.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.