CadÚnico será única forma de entrar no Auxílio Brasil? Veja como funciona o sistema

Vinculação no novo projeto social do governo exige inscrição no Cadastro Único. A consolidação do Auxílio Brasil está cada vez mais próxima e com isso a população deve ficar atenta as formas de candidatura. Para ter acesso a mensalidade de R$ 400 é preciso se cadastrar na base de dados sociais do Ministério da Cidadania.

CadÚnico será única forma de entrar no Auxílio Brasil? Veja como funciona o sistema (Imagem: FDR)
CadÚnico será única forma de entrar no Auxílio Brasil? Veja como funciona o sistema (Imagem: FDR)

Na última semana, o presidente Jair Bolsonaro informou que deverá implementar o Auxílio Brasil. O programa está previsto para funcionar a partir de novembro e dezembro, o que significa que a triagem de seus segurados acontecerá ao longo das próximas semanas através do Cadastro Único.

Não estou no CadÚnico, o que fazer?

A primeira coisa que o cidadão deve fazer é se certificar se tem direito de se vincular na plataforma. Pelas normas do governo, ela está disponível para os seguintes grupos:

  • Famílias com renda mensal de até meio salário mínimo (R$ 550, em 2021) por pessoa;
  • Famílias com renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.300);
  • Família com renda maior que três salários mínimos, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão em programas sociais nas três esferas do governo.

Se enquadrando nos requisitos acima, basta ir até um centro de assistência social da sua cidade e exibir a documentação necessária. No entanto, é válido ressaltar que o representante da família precisa ter ao menos 16 anos e exibir o CPF ou título de eleitor.

Além disso, é preciso entregar um dos seguintes documentos de todas as pessoas da família:

  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;
  • CPF;
  • Carteira de identidade (RG);
  • Certidão administrativa de nascimento do indígena (RANI);
  • Carteira de trabalho;
  • Título de eleitor

Uma vez em que fez a solicitação, basta aguardar a análise e aprovação do governo.

Como saber se meu cadastro foi aprovado?

É possível fazer consultas pela internet e telefone para acompanhar o andamento da solicitação, ela pode ser realizada nos seguintes canais de comunicação:

Pelo site

  • Acesse o site Meu CadÚnico
  • Preencha o formulário com seu nome completo, data de nascimento, o nome da mãe e selecione o estado e município onde mora. Clique em “Emitir”.

Pelo aplicativo

  • Baixe o aplicativo na loja do seu sistema operacional (Android ou iOS)
  • Abra o aplicativo e clique em entrar
  • Preencha o mesmo formulário do site: nome, data de nascimento, nome da mãe e lugar onde mora.

Pelo telefone

  • Ligue para 0800 707 2003
  • Selecione a opção 5
  • A ligação é gratuita, e o horário de atendimento é das 7h às 19h de segunda a sexta e 10h às 16h nos finais de semana e feriados.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.