Meu CadÚnico: Descubra as vantagens de ter sua inscrição atualizada na plataforma

Inscrição no CadÚnico é uma alternativa para os brasileiros vulneráveis. Nos próximos dias, o Governo Federal estará efetuando os pagamentos do Auxílio Brasil e Vale Gás. Para ter acesso, no entanto, assim como em demais projetos, é preciso estar inscrito na plataforma social do poder público. Saiba mais detalhes no texto abaixo.

Meu CadÚnico: Descubra as vantagens de ter sua inscrição atualizada na plataforma (Imagem: FDR)
Meu CadÚnico: Descubra as vantagens de ter sua inscrição atualizada na plataforma (Imagem: FDR)

O CadÚnico funciona como um banco de dados do Governo Federal que o permite acompanhar os indicativos da população vulnerável do país. É por meio dele que são elaboradas e gerenciadas as políticas públicas sociais, como a concessão do Auxílio Brasil.

Quem pode entrar no CadÚnico?

A inserção na plataforma é permitida para toda a população, desde que sejam cumpridas as regras que determinam o perfil socioeconômico. Elas são:

  • Famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 550);
  • Famílias com renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.300);
  • Famílias com renda maior que três salários mínimos, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão em programas sociais nas três esferas do governo;
  • Pessoas que moram sozinhas – constituem as chamadas famílias unipessoais;
  • Pessoas que vivem em situação de rua — sozinhas ou com a família.

Quais são as vantagens de participar do Cadastro Único?

Como explicitado acima, é por meio dessa plataforma que o cidadão consegue ter direito há uma série de projetos sociais gerenciados pelo governo federal, estadual e municipal. Eles são:

  • Auxílio Brasil
  • Vale Gás ou Auxílio Gás
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC)
  • Tarifa Social de Energia Elétrica
  • Programa Casa Verde e Amarela (antigo Minha Casa Minha Vida)
  • Sistema de Seleção Unificada – Sisu/Lei de cotas
  • Isenção de taxas de inscrição em concursos públicos
  • Isenções na taxa de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)
  • Plano Progredir – Programa Nacional do Microcrédito Produtivo Orientado
  • Ação de Distribuição de Alimentos (ADA)
  • Carteira do Idoso
  • Concessão de bolsas por entidades com Certificação de Entidades Beneficentes de Assistência Social com atuação na área da educação (CEBAS-Educação)
  • Créditos Instalação do Programa Nacional de Reforma Agrária
  • Facultativo de Baixa Renda
  • Identidade Jovem (ID Jovem)
  • Programa Cisternas – Programa Nacional de Apoio à Captação de Água de Chuva e Outras Tecnologias Sociais de Acesso à Água
  • Programa Criança Feliz
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil
  • Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais
  • Programa Nacional de Crédito Fundiário
  • Programa Nacional de Reforma Agrária
  • Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos
  • Telefone Popular – Acesso Individual Classe Especial
  • Programa de Urbanização de Assentamento Precários
  • Programa Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa
  • Projeto Dom Hélder Câmara

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.