Rio de Janeiro decide suspender repescagem da vacinação para maiores de 40 anos

A Secretaria Municipal de Saúde anunciou que a repescagem da vacinação contra COVID-19 será suspensa para os cariocas com mais de 40 anos. A iniciativa visa incentivar os moradores a comparecer aos postos de imunização no dia indicado.

Rio de Janeiro decide suspender repescagem da vacinação para maiores de 40 anos
Rio de Janeiro decide suspender repescagem da vacinação para maiores de 40 anos (Imagem: Prefeitura de Nova Iguaçu)

Na última quarta-feira (25), o secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, afirmou, em entrevista ao Bom Dia Rio, da TV Globo, que a repescagem para a vacinação contra a Covid-19 serão mais espaçada.

A nova regra passará a vigorar a partir da próxima semana, quando os cariocas de 40 anos ou mais já terão se vacinado. A medida tem como objetivo combater o fenômeno dos “sommeliers de vacina”.

Nessa ação as pessoas rejeitam o imunizante disponível no posto de vacinação ou no dia da repescagem, com o intuito de conseguir a vacina contra a Covid-19 que deseja. Diante disso, os municípios estão adotando medidas para inibir a iniciativa.

Segundo o secretário, as pessoas de 40 a 59 anos correspondem a 49% dos pacientes internados na cidade. Por esse motivo, a capital realiza repescagens diárias a fim de contemplar todo o grupo.

Após a vacinação desse grupo, a repescagem será suspensa, com o objetivo de obrigar as pessoas a comparecerem no seu dia específico nos postos de vacinação. Segundo Soranz, há pessoas que necessitam da repescagem devida a limitações especificas.

Porém, o secretário informou que os períodos de repescagem serão mais espaçados, focando nas pessoas que devem receber a vacina contra a Covid-19 naquela data específica. O secretário disse ao GLOBO que, após o grupo dos 40 anos, haverá poucas repescagens.

A meta é imunizar, no mínimo, 90% dos cariocas entre 40 e 59 anos. Porém, esse grupo é o que mais deixou de tomar a 1° dose por rejeitar a fórmula disponível. Segundo a Secretária Municipal de Saúde, das 819.557 pessoas esperadas, apenas 39.741 tomaram a dose.

Diante disso, à espera por um determinado produto está fazendo com que a campanha de vacinação atrase atrapalhando todo o processo e contribuindo para a propagação do vírus.

A sanitarista e mestre em Saúde Pública da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Ligia Bahia, acredita que acabar com a repescagem não é o melhor caminho.

Sendo assim, Ligia acredita que deveria ser feito uma campanha para incentivar a vacinação. Além disso, a campanha deveria explicar a importância da imunização e a eficácia de cada vacina.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4
Total de Votos: 1

Rio de Janeiro decide suspender repescagem da vacinação para maiores de 40 anos

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA