Guedes defende início da vacinação em massa no Brasil; o que isso representa na economia?

O ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que as pessoas mais vulneráveis precisam ser vacinadas em três a quatro meses. Diante disso, o ministro deixou clara a importância da vacinação em massa no Brasil.

Guedes defende início da vacinação em massa no Brasil; o que isso representa na economia?
Guedes defende início da vacinação em massa no Brasil; o que isso representa na economia?(Imagem: Edu Andrade/ME)

De acordo com Guedes a vacinação deve ser acelerada ao máximo. Além disso, deixou claro que a vacinação em massa no Brasil é uma obrigação do governo e que este está fazendo de tudo para cumprir.

Guedes afirmou, na última segunda-feira (22), que a vacinação em massa no Brasil é essencial para a sobrevivência dos brasileiros e para o retorno das pessoas no mercado de trabalho. Diante disso, a imunização está diretamente ligada ao retorno do crescimento da economia, parada desde o ano passado.

O ministro esclareceu que a vacinação em massa no Brasil é muito importante, principalmente para as camadas mais vulneráveis. São essas pessoas os responsáveis pela mão de obra no país e, portanto, são os que irão garantir a retomada da economia.

Esse grupo são os que serão contemplados pelo novo auxílio emergencial. Os pagamentos serão liberados a partir do próximo mês. As parcelas irão variar entre R$ 150, R$ 250 e R$ 375, conforme a composição familiar.

O ministro Guedes afirmou que, mesmo disponibilizando a ajuda financeira emergencial, é evidente que o valor não é suficiente. Por esse motivo, o governo quer acabar com o dilema: ficar em casa se protegendo da Covid, mas enfrentando dificuldade para sustentar a família ou arriscar a vida.

Diante disso, o ministro afirma que nas classes mais baixas, há uma grande necessidade e desejo pelo trabalho. Porém, com a demorada da Campanha Nacional de Imunização contra a Covid-19 fica difícil retornar ao trabalho.

Até o momento, de acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Saúde, 11,8 milhões de pessoas já foram vacinadas e receberam a primeira dose. Esse quantitativo equivale a 5,58% da população brasileira.

Porém, apenas 1,96% da população receberam as duas doses da vacina da Covid-19. Esse percentual é muito baixo, principalmente após dois meses de campanha. O grande problema, que atinge o mundo inteiro, é a grande demanda e a falta de imunizantes para dar conta de toda a população.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Guedes defende início da vacinação em massa no Brasil; o que isso representa na economia?

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA