O que muda com a NOVA classificação do Plano São Paulo?

O Plano São Paulo passará por nova classificação. Com isso, as regiões voltarão ou permanecerão na fase 2 laranja, como a Grande São Paulo, onde poderá abrir restaurantes e shoppings nos fins de semana.

O que muda com a NOVA classificação do Plano São Paulo?
O que muda com a NOVA classificação do Plano São Paulo?(Imagem: Reprodução/Google)

Na última quarta-feira (3), o governo de São Paulo suspendeu as restrições que fecharam restaurantes, shoppings e comércio nos fins de semana em toda a região. Com isso, as regiões que estão na fase laranja serão as mais afetadas.

De acordo com o governo, as novas medidas passarão a valer no próximo fim de semana (06 e 07 de fevereiro). Com isso, esses setores da economia poderão abrir todos os dias da semana, porém, sendo necessário respeitar a capacidade de 40%, nas regiões em fase 2 laranja.

A abertura não contempla os bares, já que esses só podem funcionar com serviço de delivery até as 20 horas. As regiões que estão na fase 1 vermelha, como Ribeirão Preto e Taubaté, só será permitido a abertura de serviços considerados essenciais.

As restrições mais severas entraram em vigor há duas semanas em todo o estado de São Paulo, sem nenhuma exceção. O Plano São Paulo possui cinco fases, que vai de 1 vermelha (mais restrita) até a fase 5 azul.

A nova classificação será realizada na próxima sexta-feira (5) e há a expectativa que as restrições sejam amenizadas, já que o estado está apresentando estabilidade em novos casos de Covid-19 e de internações em leitos de UTI.

No dia 25 de janeiro, a Secretaria Estadual da Saúde registrou que a média diária de novas internações em leitos de UTI e enfermaria era de 1.648. No dia 2 de fevereiro, este número apresentou uma queda de 8%, ficando com a média diária de 1.525.

É importante destacar que quedas e aumentos de até 15% são considerados estabilidade. A taxa de ocupação de leitos de UTI no estado também teve uma queda de 3%, passando de 70% no fim de janeiro para 67%, em meados deste mês.

Segundo o coordenador do Centro de Contingência da Covid-19 do Estado de São Paulo, Paulo Menezes, essa estabilidade é semelhante à vivenciada nos meses de julho e agosto de 2020.

Por isso, esses indicadores estão sendo acompanhados diariamente e é esperado que haja uma queda nos próximos dias.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.