PIX ainda não é bem aceito pelas classes C, D e E; confira detalhes da pesquisa da FGV

A partir desta segunda-feira (16), o sistema de pagamentos Pix estará disponível para todos os brasileiros cadastrados. Por meio dele, as pessoas poderão ter acesso a diversas vantagens, como as transações instantâneas e funcionamento 24 horas por dia, todos os dias da semana. Apesar dos pontos positivos, a nova solução financeira do Banco Central ainda é vista com alguma desconfiança.

Pesquisa da FGV indica que o sistema PIX ainda não é bem aceito pelas classes C, D e E
Pesquisa da FGV indica que o sistema PIX ainda não é bem aceito pelas classes C, D e E (Imagem: Jéshoots/Pexels)

Segundo uma pesquisa feita pela fundação Getúlio Vargas, divulgada pelo Estadão, as classes C, D e E são as que possuem menos confiança neste serviço. Além do problema da desconfiança, as pessoas desse grupo social indicam desconforto pela falta de informações sobre o uso.

Em cada dez pessoas dessas classes, nove já tinham ouvido falar do Pix. No entanto, 47,5% afirmaram que talvez não usem o sistema de pagamento por conta da falta de informações. Com isso, o índice de projeção de uso desse grupo é menor que o das classes A e B.

Um dos autores do estudo, o professor Adrian Cernev atribui responsabilidade ao Banco Central pela menor aceitação desse público. Além disso, aponta que as classes com mais condições financeiras possuem maior facilidade com recursos digitais

“O público das classes A e B tem mais acesso a sistemas de pagamentos eletrônicos. O BC tem divulgado o Pix pelos cotovelos, mas, muitas vezes, essa informação não chega de forma eficiente a quem não está acostumado a fazer essas operações”, afirma.

Segundo ele, grande parte dos serviços financeiros tem a oferta inicial às classes A e B. Somente depois, as classes menores possuem maior conhecimento do sistema em questão.

Como forma de solucionar essa situação, o pesquisador sugere que a instituição direcione a comunicação para esse grupo de pessoas, que possui grande participação no mercado financeiro.

Lançamento do Pix

O sistema Pix tem o lançamento marcado para hoje (16). Sendo assim, todas as disponibilidades poderão ser utilizadas por quem realizar o cadastro em uma das instituições ofertantes.

Apesar de que a data de início aconteça esta semana, o Banco Central já havia disponibilizado o sistema de pagamento para um número reduzido de pessoas dia 3 a 15 de novembro. Foram 762 instituições financeiras autorizadas a ofertar o serviço na fase de testes.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA