PIX: Confira um guia completo para começar a utilizar a nova solução de pagamentos

A partir do dia 16 de novembro, o sistema de pagamento Pix será lançado para todas as pessoas cadastradas. Apesar disso, o Banco Central já disponibilizou a nova solução de pagamento para um número limitado de pessoas. Com isso, muitas pessoas ainda possuem certa dificuldade para começar a usar. Para te ajudar a começar a utilizar esse recurso, confira alguns pontos importantes.

Confira alguns pontos para começar a utilizar o sistema de pagamentos Pix
Confira alguns pontos para começar a utilizar o sistema de pagamentos Pix (Imagem: Startup Stock Photos/Pexels)

Chaves Pix

Há algumas semanas, o Banco Central possibilitou às instituições bancárias a efetuação do cadastro de chaves Pix. Este recurso funciona como um endereço em que os dados pessoais são identificados e um único código.

Dessa forma, não será preciso passar dados extensos todas as vezes que for receber uma transferência. Basta, somente, repassar um dado pessoal — que pode ser o CPF ou CNPJ, número de telefone celular, e-mail ou um código aleatório.

As pessoas físicas poderão ter até cinco chaves, enquanto as pessoas físicas terão acesso a até vinte chaves Pix. Vale lembrar que o cadastro das chaves não é obrigatório para ter acesso ao sistema. No entanto, o uso deste recurso pode facilitar bastante no dia a dia.

Onde cadastrar

Apesar de que o sistema Pix está sendo disponibilizado pelo BC, o cadastro das chaves está sob a responsabilidade das instituições bancárias. Sendo assim, a pessoa precisa entrar em um canal de uma das instituições aptas a receber o sistema para ter acesso ao recurso.

Cuidados

Por envolver questões tecnológicas ao ter contato com o Pix, diversos criminosos buscam enganar as pessoas para efetuar golpes. Conforme dito, o cadastro das chaves acontece por meio dos canais oficiais das instituições cadastradas para receber o sistema.

Caso o cliente receba mensagem de um canal diferente ou estranha, é importante desconfiar para se prevenir. Uma das formas de enganar a população acontece por meio do fornecimento de links falsos. O contato enganoso pode acontecer por meio do e-mail, SMS, ligação ou redes sociais.

Se houver dúvida sobre algum suposto contato de alguma instituição, entre em contato diretamente com os canais verídicos das instituições financeiras para solucionar as dúvidas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.