Queda de 5,05% no PIB em 2020 é prevista pelo mercado financeiro

O mercado financeiro vê uma queda de 5,05% para o Produto Interno Bruto (PIB) este ano, segundo o relatório divulgado pela Focus nesta segunda-feira (21). A expectativa é que, após a queda causada pela pandemia do coronavírus, a economia volta a crescer em 2021, em 3,50%.

publicidade
Queda de 5,05% no PIB em 2020 é prevista pelo mercado financeiro
Queda de 5,05% no PIB em 2020 é prevista pelo mercado financeiro (Imagem: Reprodução/Google)
publicidade

O Relatório de Mercado Focus, Relatório Focus ou Boletim Focus é uma publicação online, divulgada todas as segundas-feiras pelo Banco Central do Brasil (BCB) através do site.

Segundo a Focus, os economistas projetaram inflação de 1,94% para 1,99% este ano, devido ao aumento dos preços dos alimentos. Para 2021, foi mantida a estimativa de 3,01%. Tais estimativas foram mais elevadas que as projetadas pelo Ministério da Economia. Para o ano de 2021, a projeção baixou de 3,24% para 2,94%.

A taxa básica de juros, Selic, deve encerrar o ano no atual patamar, de 2,00% ao ano, e elevar para 2,50% ao ano até dezembro de 2021, segundo os economistas consultados. O dólar deve terminar 2020 em R$ 5,25 e o próximo ano em R$ 5,00.

TOP 5 médio prazo

Dentro os economistas consultados pela Focus que mais acertam as previsões de mercado, o grupo “Top 5 médio prazo”, as projeções para o dólar e a inflação foram diferentes.

O grupo aposta que a inflação suba a 2,05% em 2020, encerrando o próximo ano em 3,20%. Já as estimativas sobre o dólar são de R$ 5,34 para R$ 5,30 este ano, mantendo R$ 5,10 em dezembro de 2021.

Em relação às expectativas para a taxa Selic, permaneceram em 2,00% para o fim deste e também do próximo ano.

Por que acompanhar os valores da taxa Selic?

A taxa Selic tem muita influência no cotidiano das pessoas. Mesmo não sendo uma taxa cobrada pelos bancos e instituições financeiras, ela determina os rumos da economia. Daí a importância em acompanhar seus números, conhecer e entender o histórico também, pois ela auxilia na decisão econômica e faz previsões de mercado.

Para qualquer investidor, a taxa faz toda a diferença na hora da aplicação de seus recursos. Com seu aumento ou redução, é possível estimar se o momento é de investimento ou de espera de condições melhores.

A taxa Selic “meta” encontra-se em queda desde o ano de 2016. Em agosto de 2020, ela passou para 2,00 % ao ano, o menor nível já alcançado desde a criação do Sistema de Metas de Inflação.

AvatarGuilherme Moreira
Guilherme Moreira é formado em Criação e Produção Audiovisual pelo CBM (Centro Universitário Barão de Mauá). Atuou como roteirista, produtor e editor do SBT interior e na redação de blogs e sites informativos. Atualmente, trabalha como social media e redator do portal FDR. |  Instagram @guimemoreira