Jovem Aprendiz Serasa: Vagas, Salários e Inscrições

Se você deseja se tornar um Jovem Aprendiz Serasa e quer saber todas as informações, você está no lugar certo. Aqui você vai saber mais sobre o projeto, assim como formas de contratação, processo de inscrição e quais são as regras para participar do programa. Continue lendo e acompanhe tudo logo a seguir.

Jovem Aprendiz Serasa (Imagem: Montagem FDR)
Jovem Aprendiz Serasa (Imagem: Montagem FDR)

O programa Jovem Aprendiz possibilita facilitar o contato dos jovens com o mercado de trabalho. Este projeto é estabelecido por lei que torna obrigatório uma quantidade determinada de jovens compondo a escala e funcionários em uma empresa.

A quantidade, portanto, depende do tamanho da organização e do número de funcionários.

A Lei entrou em vigor desde o ano 2000 e define que empresas de grande ou médio porte contratem pessoas que estejam dentro da faixa etária de 14 e 24 anos.

O prazo para contratação do trabalhador nessa categoria é de 2 anos. Nesse tempo, a empresa pode avaliar o desempenho do funcionário, assim como o perfil e as ações designadas, para que no fim do prazo, decida se o jovem será demitido ou admitido ao posto.

Essa é uma ação que funciona ativamente no combate ao desemprego, no auxílio ao primeiro emprego e, sobretudo, como uma oportunidade para os jovens de baixa renda ou que estão em condições de vulnerabilidade econômica.

Segundo a Lei, a nomenclatura pode modificar e ser chamada como Lei do Aprendiz, Aprendiz Legal ou simplesmente Jovem Aprendiz, no entanto, a função é a mesma e o suporte dado aos jovens configura-se como igual. Para se inscreverem o jovem precisa estar cursando o ensino básico ou já ter concluído o ensino médio.

Contudo, as regras podem variar de acordo com cada empresa. Porém, respeitando a lei que assegura o jovem e facilitando o ingresso desse público-alvo no mercado de trabalho.

Um estudo realizado no ano de 2019 mostrou que quase 4 milhões de jovens já foram beneficiados com o programa.

Mas ainda há muito o que fazer, já que muitos jovens e adolescentes ainda estão fora do ambiente escolar e ainda não tiveram contato com nenhuma profissão.

O Jovem Aprendiz também funciona como uma forma de incentivar o estudo, isto é, o estudante para participar do projeto precisa estar regulado em alguma instituição de ensino.

Este também é o caso do programa Jovem Aprendiz Petrobras, que oferece educação e emprego de qualidade aos jovens sem experiência profissional.

O Jovem Aprendiz funciona em formato de módulo. Ou seja, o estudante precisa cursas as duas partes do programa. O primeiro módulo é destinado a vivência profissional do jovem. É neste momento que estão abertas as portas para que o Jovem Aprendiz participe das atividades práticas da empresa escolhida.

Sob supervisão, o Jovem Aprendiz vai ter contato com o que foi escolhido e será realizado o processo de treinamento do futuro profissional. Em seguida, no segundo módulo, é a vez do estudante ter contato com o ensino teórico. O Jovem Aprendiz vai passar por aulas que apresentem como se dá a área escolhida.

Este momento de aulas teóricas será ministrado por escolas parceiras e profissionalizantes. A Lei do Aprendiz tem todas as informações necessárias de contrato. Então, tudo que se refere à:

  • Jornadas de Trabalho;
  • Turno;
  • Salário;
  • Regras para adesão ao programa.

Estão inclusas nos termos da Lei. A união de módulos citada anteriormente tem a ver com o termo aprendizagem técnico-profissional. O salário do Jovem Aprendiz não pode ser inferior a um salário mínimo, podendo receber adicionais a depender da função e da empresa parceira do projeto.

Para aprendizes com a idade superior a 18 anos, a Lei permite que seja acrescido ao trabalho adicional noturno. As pessoas que estão no projeto e que trabalham em condições de periculosidade e insalubridade também podem receber adicionais salariais.

O salário do menor aprendiz pode ser descontado para os valores do INSS, vale-transporte e atrasos. Está terminantemente proibido o trabalho nos feriados e é necessário fazer o registro da jornada de trabalho nas empresas pelas quais houve a contratação.

O Jovem Aprendiz tem direito à férias e todos os benefícios existentes, assim como FGTS, vale-transporte e afins. A porcentagem de contratação para este público direcionado está entre 5 e 15% e depende se a empresa é de médio ou grande porte.

Vagas para Jovem Aprendiz Serasa

A Serasa é uma empresa especializada em análises de créditos. Foi criada em 1968 e proporciona a união de dados cadastrais facilitando assim as transações e o bom andamento dos negócios.

A análise serve para empresas, comércios, bancos e estabelecimentos com características similares à estas.

A empresa, pensando em conceder oportunidades e ter a chance de participar da formação profissional de jovens em nosso país, apresenta o projeto Jovem Aprendiz Serasa e anuncia 40 vagas abertas para emprego home office.

As facilidades de contratação são grandes e a empresa fornece os aparelhos necessários para um bom desempenho trabalhístico.

Para as atividades laborais, o Jovem Aprendiz Serasa vai receber um notebook e um kit ergonômico em casa. O salário oferecido é de R$ 1175.

As vagas são para a área de tecnologia e engloba subáreas de:

  • Recursos Humanos
  • Marketing
  • Jurídico
  • Finanças.

As vagas são para as cidades de São Paulo e São Carlos. O trabalho será home office inicialmente, já que em momento de pandemia as atividades se tornaram remotas.

A empresa anuncia que além dos kits citados, a Serasa se compromete a disponibilizar uma cadeira de escritório para que o Jovem Aprendiz Serasa tem maior conforto e condições laborais.

A faixa etária pedida é de 16 a 24 anos. O trabalho também não exige conhecimento prévio, sendo uma excelente oportunidade para quem está em busca do primeiro emprego.

Inscrições Jovem Aprendiz Serasa

Para se inscrever nas vagas do programa de aprendizagem do Serasa, o estudante precisa cumprir algumas regras do programa.

São elas:

  • Estar na faixa etária determinada (16 a 24 anos);
  • Estar matriculado ou ter concluído o ensino regular;
  • Ser aluno advindo de escola pública.

Para pessoas com deficiência, estas regras não são válidas, isto é, não há faixa etária pré-determinada e muito menos tempo de formação. A empresa Serasa informa que o programa funcionará pelo tempo de 15 meses.

O inscrito pode ser admitido no início do ano, ou as empresas podem chamar para o início das atividades nos meses subsequentes de fevereiro até abril de 2021, por exemplo.

O salário será de R$ 1.175,00 porém o Jovem Aprendiz Serasa terá direito a benefício como vale transporte, auxílio refeição, assistência médica e odontológica.

A forma de inscrição é no formato online e o interessado precisa seguir os passos abaixo:

  • Entrar no site responsável pela seleção. Para isso, clique aqui;
  • Cadastrar uma senha no sistema;
  • Seguir os 7 passos e salvar o currículo.

Os passos incluem o cadastro, a inserção de dados profissionais, experiências, caso tenha, área de formação e salvar o documento.

É necessário seguir as recomendações e o passo a passo de forma adequada. O prazo máximo para cadastro é até 8 de janeiro de 2021.

Além disso, os dados precisam ser atualizados, pois é por meio dele que a empresa poderá entrar em contato com o Jovem Aprendiz Serasa e marcar a entrevista de emprego.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.8
Total de Votos: 17

Jovem Aprendiz Serasa: Vagas, Salários e Inscrições