Descubra como conseguir aposentadoria especial aos 55 anos no INSS

Muitos trabalhadores sonham em conseguir a aposentadoria ainda novos, para que possam aproveitar todos os benefícios do descanso remunerado. No entanto, as chances de ter acesso ao seu salário previdenciário com menos de 60 anos são baixas, mas com aposentadoria especial é possível.

inss
Descubra como conseguir aposentadoria especial aos 55 anos no INSS (Foto: Jeane de Oliveira/FDR)

A aposentadoria especial é uma das modalidades liberadas pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) aos trabalhadores. Ela tem esse nome de “especial” porque possuí regras diferenciadas, se comparada as demais formas de se aposentar. O motivo é que somente profissionais de áres específicas podem solicita-la.

As condições são especiais porque esses trabalhadores ficam muito tempo expostos a agentes nocivos a sua saúde. Quer dizer, para conseguir exercer o seu trabalho eles acabam colocando a sua vida em risco. Tendo contato, por exemplo, com agentes químicos, máquinas pesadas, ambientes contaminados, e etc.

Estes agentes podem em médio e longo prazo trazer algum tipo de deficiência, doença ou incapacidade para o trabalhador. Como, cegueira, doenças respiratórias, surdez, amputação de membros, e outros. Ou seja, a aposentadoria especial é um direito de quem vive em risco para exercer o seu trabalho.

Diante desta situação, os trabalhadores ganham a chance de receber o benefício a partir dos 55 anos de idade. Antes da reforma da Previdênca, aprovada em novembro de 2019, não existia idade mínima para se aposentar nesta modalidade, apenas um período mínimo de exposição ao agente nocivo.

Quem tem direito de receber a aposentadoria especial?

A principal regra que o INSS vai levar em conta ao liberar a aposentadoria especial é se o trabalhador exerce atividade exposto a agentes nocivos, e que podem causar algum prejuízo à sua saúde e integridade física ao longo do tempo.

Além disso, o trabalhador precisa atingir um período mínimo de contribuições previdenicárias para estar dentro da condição de segurado da Previência Social. Hoje, existem duas tabelas com regras diferentes, a primeira para quem já trabalhava dentro das profissões prejudiciais a saúde antes da reforma da Previdência.

E a outra para quem começou a trabalhar em alguma dessas atividades depois de novembro de 2019, quando foi aprova da reforma.

Para quem começou a trabalhar antes da reforma de nov./2019 (regra de transição)

Os pontos são o resultado da soma da idade + o tempo de atividade de risco do trabalhador.

Para quem começou a trabalhar depois da reforma de nov./2019

Existe um projeto de lei que quer diminuir a idade mínima para 48, 45 e 40 anos, de acordo com o grau de insalubridade. Eu explico melhor sobre ele nesta matéria.

Aposentadoria especial com 55 anos

Para conseguir a aposentadoria especial com 55 anos é necessário somar os pontos exigidos, ou alcançar o tempo de atividade especial de 15 anos. Esta condição é dada principalmente para quem exerce atividade com alto grau de insalubridade, ou seja, tem risco alto para a sua saúde. 

São profissões como:

Outras profissões que dão direito a aposentadoria especial

As outras profissões que dão direito a aposentadoria especial exigem um período maior de exposição ao agente nocivo. Em todos os casos será necessário apresentar ao INSS o Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP).

Este é um documento que deve ser emitido pelo empregador com base em laudo técnico de condições ambientais do trabalho assinado por médico do trabalho ou engenheiro de segurança do trabalho. Ele vai comprovar a condição de insalubridade.

Atividade de risco baixo

Atividade de risco médio

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com
Sair da versão mobile