Prova de Vida do INSS ganha novas formas de realização para ajudar os idosos

Pontos-chave
  • O INSS atualizou a forma de realizar a prova de vida;
  • Quem está com o procedimento atrasado vai passar pela busca ativa;
  • Alguns procedimentos comuns ajudam no reconhecimento.

Há um ano atrás o governo federal decidiu mudar a realização da prova de vida do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Desde então, o procedimento passou a ser um compromisso exclusivamente da Previdência Social. Agora, foi anunciado uma nova forma de comprovação para a prova atrasada.

Prova de Vida do INSS ganha novas formas de realização para ajudar os idosos
Prova de Vida do INSS ganha novas formas de realização para ajudar os idosos (Imagem: FDR)

Toda pessoa que recebe algum benefício previdenciário vitalício (aposentadoria ou pensão), precisa obrigatoriamente passar pela prova de vida do INSS. Como o próprio nome já diz, a ideia é provar que aquele indivíduo continua vivo e que é ele mesmo quem recebe o salário todos os meses. Ou seja, não há fraudes.

Acontece que a comprovação de vida passou a ser vexatória nos últimos anos. Haviam pessoas doentes ou incapacitadas fisicamente que se dirigiam até as agências dos bancos ou do INSS para comprovação. O medo de perder o benefício devido ao atraso na prova era maior do que as dificuldades.

Diante de muitas críticas o governo decidiu tomar para si a responsabilidade de fazer a prova de vida do INSS. Desde janeiro do último ano, ao invés do segurado comprovar que está vivo é o INSS quem tem que buscar provas de que aquela pessoa continua viva. Para isso faz o cruzamento em bancos de dados públicos.

O que vale como prova de vida do INSS?

Atividades rotineiras em que o segurado exerce sua cidadania já valem como prova de vida do INSS. São situações que muitas vezes o aposentado ou pensionista nem imagina, mas que estão contribuindo para que ele continue tendo acesso ao seu salário.

Serão considerados válidos como comprovação de vida os seguintes dados:

  • acesso ao aplicativo “Meu INSS” com o selo ouro ou outros aplicativos e sistemas dos órgãos e entidades públicas (ex.: Gov.br) que possuam certificação e controle de acesso, no Brasil ou no exterior;
  • realização de empréstimo consignado, efetuado por reconhecimento biométrico;
  • atendimento presencial nas agências do INSS ou por reconhecimento biométrico nas entidades ou instituições parceiras;
  • de perícia médica, por telemedicina ou presencial;
  • atendimento médico no sistema público de saúde ou na rede conveniada;
  • vacinação;
  • cadastro ou recadastramento nos órgãos de trânsito ou segurança pública;
  • atualizações no CadÚnico, somente quando for efetuada pelo responsável pelo grupo;
  • votação nas eleições;
  • emissão/renovação de: passaporte; carteira de motorista; carteira de trabalho; alistamento militar; carteira de identidade ou outros documentos oficiais que necessitem da presença física do usuário ou reconhecimento biométrico;
  • recebimento do pagamento de benefício com reconhecimento biométrico;
  • declaração de Imposto de Renda, como titular ou dependente.

Nova forma de fazer prova de vida do INSS

Depois de ter anunciado que mais de 4,3 milhões de pessoas estão com a prova de vida do INSS atrasada, o órgão voltou atrás na orientação que havia feito. Na página do Ministério da Previdência Social foram publicadas instruções para que esse grupo realizasse a comprovação de vida.

A notícia dizia que a partir do envio de notificação que vai chegar pelo App Meu INSS ou App do banco em que recebe seu salário, o aposentado tinha 60 dias para comprovação. Podendo escolher entre: fazer no aplicativo ou comparecer pessoalmente na agência do banco ou do INSS.

Eufóricos com medo do bloqueio do pagamento, muitas pessoas começaram a lotar as unidades de atendimento da Previdência Social. Foi então que o governo mudou a orientação:

  • INSS realizará busca ativa, ou seja, vai até o endereço dos aposentados e pensionistas que estão com a prova de vida atrasada;
  • É importante atualizar o endereço no aplicativo, caso tenha trocado;
  • Vale para nascidos em janeiro, fevereiro e março e que estão com a prova atrasada.

A busca por essas pessoas na base de dados públicos vai continuar.

Prova de vida do INSS online

A prova de vida online continua disponível para os interessados. Essa é uma forma de auxiliar na procura do INSS por você.

  • Acesse o App Gov.br e faça login;
  • No campo de busca digite por “Prova de vida”;
  • Agora clique na opção desejada;
  • Faça o reconhecimento facial e confirme.

Outra opção é usar a sua conta do Gov.br de nível ouro para login no Meu INSS. 

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]