Decidido! Novas taxas do consignado do INSS começam a valer; confira

No dia 11 de outubro, o Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) optou por uma redução nas taxas de juros do empréstimo consignado do INSS, caindo de 1,91% para 1,84% ao mês. Importante mencionar que a Caixa Econômica Federal (CEF) e o Banco do Brasil (BB) confirmaram a manutenção dos índices conforme o novo limite.

Decidido! Novas taxas do consignado do INSS começam a valer. Confira!
Decidido! Novas taxas do consignado do INSS começam a valer. Confira! (Imagem: FDR)

Entretanto, na semana anterior, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) alertou que várias instituições financeiras poderiam suspender a oferta de crédito consignado do INSS após essa redução de taxas. 

Em 20 de setembro, acompanhando o declínio da taxa básica de juros (Selic) pelo Banco Central, a Caixa implementou taxas de juros a partir de 1,64% ao mês para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social. Eles garantiram que suas taxas já estão dentro do limite previsto pelo CNPS.

Enquanto isso, o Banco do Brasil manteve suas taxas de juros para o crédito consignado do INSS em conformidade com a legislação vigente. As taxas praticadas pela instituição variam entre 1,72% ao mês e 1,84% ao mês, com um prazo máximo de pagamento de até 84 meses.

Neste link, você confere todas as regras relacionadas ao empréstimo consignado do INSS. Abaixo, é possível verificar as novas taxas e recomendações para os aposentados e pensionistas optantes pela linha de crédito.

Conheça as novas taxas do consignado do INSS

  • O limite para empréstimos com desconto em folha foi reduzido de 1,91% para 1,84%.
  • Para operações com cartão de crédito e cartão consignado de benefício, a taxa máxima caiu de 2,83% para 2,73%.
  • Essas mudanças foram aprovadas pelo Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) para os juros máximos de consignados de beneficiários do INSS.
  • As alterações nas taxas máximas de juros foram uma resposta à redução da taxa Selic pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), que caiu de 13,25% para 12,75% ao ano.
  • As novas taxas de juros começarão a vigorar na próxima segunda-feira, dia 23.
  • Após cinco dias da publicação da resolução do CNPS, os bancos e instituições financeiras não poderão oferecer empréstimos e cartões consignados com taxas que excedam os novos limites.
  • A redução nas taxas de juros abrangerá não apenas os segurados do INSS, mas também os titulares do Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas).

Quais informações sobre o consignado do INSS devem ser notificadas?

  • Taxas de juros mensal e anual;
  • Data do primeiro desconto;
  • CET (Custo Efetivo Total) mensal e anual das operações de consignado;
  • Valor pago a título de dívida do cliente (saldo devedor original) quando a operação for de portabilidade ou refinanciamento;
  • Valor do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) incidente sobre a operação;
  • Informação diária das taxas de juros para as novas operações de empréstimo pessoal consignado, cartão de crédito consignado e cartão consignado de benefício;
  • Número do SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) ou CAC (Central de Atendimento ao Consumidor).

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.