Governo lista DICAS para aprovação de consignado do INSS; consulte agora

Reunindo diversas vantagens como baixa taxa de juros e longo parcelamento, o consignado do INSS é uma modalidade de empréstimo que está disponível para aposentados e pensionistas do Instituto. Recentemente, o Governo Federal listou uma série de dicas que podem facilitar a aprovação da operação de crédito.

Governo lista DICAS para aprovação de consignado do INSS; consulte agora
Governo lista DICAS para aprovação de consignado do INSS; consulte agora. (Imagem: FDR)

O consignado do INSS prevê o desconto das parcelas do empréstimo diretamente na folha de benefício. Dessa forma, a operação é considerada de baixo risco para as instituições financeiras. Assim, a possibilidade de aprovação é elevada para aposentados e pensionistas.

Saiba como liberar o consignado do INSS

A contratação é realizada diretamente com as operadoras de crédito. No entanto, é preciso desbloquear o empréstimo. O processo deve ser realizado pelo beneficiário por meio do aplicativo ou site do Meu INSS, ou por telefone no número 135.

Confira o passo a passo para realizar o desbloqueio do consignado do INSS

  • Acesse o Meu INSS;
  • Em seguida, selecione a opção “Novo Pedido”;
  • Digite “bloquear” ou “desbloquear”;
  • Clique na opção de empréstimo consignado;
  • Confira as instruções que aparecerão na tela e finalize o desbloqueio.

Por meio do site também é possível conferir as operações que já foram realizadas e parcelas restantes que deverão ser pagas. O INSS também orienta que, caso encontre alguma operação não reconhecida, o aposentado ou pensionista deve acessar este site e registrar uma reclamação. Em casos de golpe, também é preciso registrar um boletim de ocorrência.

Recentemente, uma mudança aprovada pela Previdência Social modificou as taxas de juros do consignado do INSS. Com a redução, a modalidade de empréstimo se tornou ainda mais atrativa para seus beneficiários.

Agora, o índice cobrado será de apenas 1,84%. Já para o cartão de crédito consignado, a taxa foi fixada em 2,73%.

Confira mais detalhes sobre a modificação neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.