Cartões do Auxílio Brasil poderão ser usados no Bolsa Família? Lula responde

Pontos-chave
  • Futuro governo Lula já começou a elaborar novos cartões para o Bolsa Família;
  • Cartões do Auxílio Brasil podem continuar sendo usados durante a nova versão do programa;
  • Cartão do Bolsa Família permitirá saques pontuais do benefício.

O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva divulgou novas informações sobre o retorno do Bolsa Família em 2023. Os detalhes se referem ao meio de pagamento e uso do benefício, os quais contarão com uma nova ferramenta. 

Cartões do Auxílio Brasil poderão ser usados no Bolsa Família? Lula responde
Cartões do Auxílio Brasil poderão ser usados no Bolsa Família? Lula responde. (Imagem: FDR)

O Bolsa Família continua sem previsão de lançamento. Mesmo assim, já se sabe que a futura versão do programa contará com novos cartões de saque. A ferramenta terá o propósito de facilitar a movimentação da transferência de renda. 

Na antiga versão, o cartão permitia que os segurados realizassem apenas o saque integral do benefício. A nova ferramenta permitirá que o Bolsa Família seja sacado parcialmente até que o segurado tenha todo o valor em mãos. 

É importante lembrar que, enquanto o futuro governo se empenha na viabilização dos novos cartões do Bolsa Família, milhares de unidades referentes ao Auxílio Brasil foram distribuídas recentemente. 

Afinal, os cartões do Auxílio Brasil se tornarão obsoletos com a volta do Bolsa Família? A emissão do cartão do Auxílio Brasil gerou um custo aproximado de R$ 93 milhões até o momento. O investimento foi realizado visando a substituição dos antigos cartões do Bolsa Família

A princípio, somente as 14,6 milhões de famílias beneficiárias do antigo Bolsa Família foram automaticamente incluídas no momento de lançamento do Auxílio Brasil. Essas pessoas foram autorizadas a continuarem usando a antiga ferramenta durante os primeiros meses até a nova ferramenta ser viabilizada.

Destacando que, dos 21 milhões de beneficiários do atual programa, apenas 8,5 milhões receberam o cartão do Auxílio Brasil criado pelo governo Bolsonaro. Enquanto isso, a equipe de transição já anunciou que novos cartões do Bolsa Família já estão em fase de planejamento e terão a mesma função.

Até que a nova ferramenta chegue para atualizar o processo, os atuais 8,5 milhões de segurados poderão continuar usando o cartão do Auxílio Brasil durante a vigência do Bolsa Família caso se mantenham elegíveis à transferência de renda. Além disso, o governo Bolsonaro ainda possui um estoque de 12 milhões de cartões que serão inutilizados. 

Benefícios do cartão do Bolsa Família

O novo cartão de débito do Bolsa Família 2023 chegará com o propósito de:

  • Facilita o uso do dinheiro. O cartão pode ser utilizado numa compra de supermercado. Hoje todos os usuários podem movimentar seu benefício pelo aplicativo Caixa Tem e por Pix;
  • Quem não possui celular, acesso à internet ou não sabe mexer com o aplicativo precisa sacar o dinheiro no banco ou na lotérica;
  • Já existe o cartão do Auxílio Brasil, adotado em julho pelo governo Bolsonaro. Permite fazer compras no comércio e sacar dinheiro na Caixa e na rede Banco24horas;
  • Mas o cartão atualmente só atende a 8,5 milhões dos 21 milhões de beneficiários do Auxílio Brasil, segundo a Caixa. Faltam 12,5 milhões de pessoas.

Quais são os contras do cartão de débito do Bolsa Família 2023?

  • O custo é alto. De acordo com a Caixa, a emissão do Cartão do Programa Auxílio Brasil custa R$ 14,24 por unidade, e o valor é bancado pelo Ministério da Cidadania. As pessoas não pagam nada;
  • Se fossem emitidos 12,5 milhões de cartões, o valor total seria de R$ 178 milhões;
  • Não há valores definidos sobre quanto a proposta custaria. O novo governo ainda vai fazer um pente-fino nos beneficiários para eliminar fraudes e só então decidirá se vai ou não implementar cartões para todos;
  • O futuro governo também não disse se vai usar ou descartar os cartões atuais, que têm a marca Auxílio Brasil, do governo Bolsonaro. O programa vai voltar a se chamar Bolsa Família;
  • Se os 8,5 milhões de cartões já emitidos fossem descartados, o custo para repô-los seria de mais R$ 121 milhões.

Movimentação digital do Bolsa Família 2023

Atualmente, a transferência de renda é paga automaticamente em conta poupança social digital aberta na titularidade de cada beneficiário. No Caixa Tem, o Bolsa Família 2023 pode ser usado para pagar boletos mediante a leitura do código de barras, fazer transferências e pagamentos via Pix e QR Code, além de compras com o cartão de débito virtual

No decorrer dos últimos dois anos em atuação, o Caixa Tem foi responsável por bancarizar milhares de brasileiros que viviam às margens do sistema financeiro. Este processo nada mais é do que a criação de uma conta bancária para pessoas que, por alguma razão, ainda não utilizam tais meios. 

Hoje, o Caixa Tem é usado em parceria entre a Caixa Econômica e o Governo Federal para viabilizar benefícios como o Auxílio Brasil, Vale Gás, abono salarial, FGTS, seguro-desemprego e outros. 

A vantagem do Caixa Tem consiste na possibilidade de o usuário ter acesso a mais de 10 funcionalidades diferentes sem precisar pagar por nenhuma taxa de serviço. O único requisito é que se atentem aos limites de transações unitárias, diárias e mensais nos valores de R$ 600, R$ 1 mil e R$ 5 mil, respectivamente.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.