Eleições 2022: Lula aumenta sua vantagem sob Bolsonaro com 45% das intenções de voto

Até o momento, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem liderado a preferência dos eleitores na corrida para as eleições 2022. O resultado foi confirmado através de uma nova pesquisa eleitoral, desta vez realizada pela Genial/Quaest, publicada nesta quarta-feira (6)

publicidade
Eleições 2022: Lula aumenta sua vantagem sob Bolsonaro com 45% das intenções de voto
Eleições 2022: Lula aumenta sua vantagem sob Bolsonaro com 45% das intenções de voto. (Imagem: FDR)

Na pesquisa sobre as eleições 2022, Lula lidera o cenário com 45% das intenções de voto em um cenário composto por 12 outros pré-candidatos. O atual presidente e também pré-candidato, Jair Bolsonaro, conseguiu apenas 31% do apoio dos eleitores. O ranking segue desta forma:

  • Lula – 45%;
  • Bolsonaro – 31%;
  • Ciro Gomes – 6%;
  • André Janones – 2%;
  • Simone Tebet – 2%;
  • Pablo Marçal – 1%.
publicidade

Os demais pré-candidatos: Vera Lúcia; Eymael; Felipe d’Ávila; Sofia Manzano; Luciano Bivar e Leonardo Péricles não pontuaram. Enquanto isso, 6% se mostraram indecisos sobre as eleições 2022

A pesquisa também avalia outros dois cenários nas eleições 2022. O primeiro inclui resultados referentes aos três primeiros candidatos que pouco se alteram. É o caso de Lula que pode chegar a 47% e Ciro que vai para 8%

Bolsonaro se mantém em segundo lugar com os mesmos 31% nas outras duas simulações. Voltando um pouco atrás, na pesquisa realizada no mês de junho, Lula tinha registrado 46% das intenções de voto contra 30% do atual mandatário. 

Intenções de voto às eleições 2022 por região

Minas Gerais (MG) é considerado o ponto forte das eleições, pois é de lá que saem os resultados triunfantes à presidência da República. Desde Fernando Collor a Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Jair Bolsonaro. O histórico deve se manter nas eleições 2022

O fenômeno se repete no Amazonas e Amapá, embora haja a ressalva de que, no segundo Estado, o tucano não alcançou a maioria absoluta dos votos em 1998, com apenas 42,3% dos votos. Dados da Justiça Eleitoral destacam que Minas Gerais representa o Brasil em sua totalidade. O território mineiro reúne os resultados mais semelhantes aos do restante do país em diversos indicadores. 

O Estado tem o segundo maior colegiado eleitoral do Brasil, 15,8 milhões no total, ficando atrás somente de São Paulo com 33,1 milhões. Quando a comparação se estende a ambos os turnos, Minas Gerais continua apresentando a maior sobreposição com 74% em relação à ordem ocupada por todos os candidatos.

publicidade

Nas eleições 2022, as preferências eleitorais dos mineiros refletem diretamente no ranking nacional. Nele, Lula segue em primeiro, na sequência vem José Serra e assim sucessivamente, terminando com Rui Costa Pimenta em último lugar. 

Para exemplificar o cenário, Dilma Rousseff foi a preferida com 46,91% dos votos dos brasileiros e de 46,98% dos mineiros em 2010. Serra obteve 23,19% dos votos no Brasil e 22,86% em território mineiro em 2022. Geraldo Alckmin conquistou 41,64% e 40,62%, respectivamente em 2006, todos no primeiro turno.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.