Obrigatório! Veja como emitir RG digital que será exigido no Brasil

Em março deste ano foi divulgado pelo governo federal as mudanças com a adoção do RG digital. A alteração já estava nos planos do governo há algum tempo, mas apenas agora começou a finalmente ser colocado em prática. Este é um documento usado para identificação do brasileiro. 

Além de trazer mais segurança ao cidadão, evitando que hajam fraudes em seu nome, a adoção de um novo modelo do RG para modernizar o sistema. E ainda, deixar que haja diferença de número entre os estados, isso porque a emissão do documento era responsabilidade do estado. Agora deve ser contabilizada em uma base nacional, e terá apenas o número do CPF.

Outro documento que também contará com mudanças é a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Este terá mudanças no design e nas informações apresentadas.

O que muda com o RG Digital

Até março de 2023, os órgãos emissores de cada estado deverão obrigatoriamente oferecer o RG digital. Este é o prazo máximo estabelecido pelo governo para que os sistemas sejam atualizados.

No entanto, aqueles que já possuem o interesse em alterar o seu documento podem fazê-lo. Ao conseguir a nova versão, o cidadão vai perceber que fazem parte das novidades do novo RG:

  • Autenticação por QR Code;
  • Biometria obrigatória;
  • Identificação de doador de órgãos;
  • Naturalidade;
  • Grupo sanguíneo e fator RH.

É importante lembrar que existe um prazo de validade do RG, ao ultrapassar esse prazo o documento não é mais aceito em diversas situações.

Por isso, fica sendo necessária a atualização do documento. Os prazos estabelecidos são de:

  • Crianças de 0 a 12 anos – validade de 5 anos;
  • Pessoas de 12 a 60 anos – validade de 10 anos;
  • Idosos com mais de 60 anos – validade por tempo indeterminado.

Como emitir o RG digital

Aqueles que estão interessados em emitir o RG digital já podem pedi-lo em seu estado. Isso mesmo antes da obrigatoriedade que começa em março de 2023. 

Para tanto, será necessário apresentar nas instituições que emitem o documento, como Poupatempo, a Certidão de Nascimento ou de Certidão de Casamento.  Além disso, o cidadão deve ter cadastro biométrico na Justiça Eleitoral.

Alguns estados já oferecem a versão online do RG, desde que o cidadão tenha a versão impressa com QR Code. Em São Paulo, por exemplo, ele pode ser encontrado como RG Digital SP e no Rio de Janeiro como Identidade Digital.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.