Gerente de banco aplica golpe do Pix e furta quase R$ 60 mil de cliente; saiba mais

O caso, ocorrido em Cabedelo, na Paraíba, foi relatado na segunda-feira (21) pela rádio CBN João Pessoa. Ao todo, R$ 57 mil foram furtados em 18 transferências via Pix, feitas como pagamento de serviços diversos. A autora do golpe é a gerente do banco da vítima, uma empresária da área de educação.

Em dezembro de 2021, a vítima se dirigiu a uma agência do Itaú em Cabedelo, município da Região Metropolitana de João Pessoa, para fazer uma transferência bancária. Foi aí que percebeu as transferências suspeitas, que não foram realizadas por ela.

A empresária tentou obter ajuda do próprio banco para resolver o problema, mas não foi atendida. Ela contratou, então, uma advogada, que a auxiliou a registrar um boletim de ocorrência em fevereiro deste ano. Na sequência das investigações, 6 contas, para as quais as transferências foram realizadas, foram bloqueadas pela Justiça.

Uma das pessoas que teve a conta bloqueada procurou a delegacia onde o caso está sendo investigado. Ela forneceu uma lista com nomes de pessoas que receberam transferências na mesma data em que o dinheiro foi retirado da conta da vítima.

Foi aí que se chegou ao nome da gerente do banco. Ela confessou a autoria do crime, que disse ter realizado devido a problemas financeiros. A gerente chegou, inclusive, a devolver a maior parte do dinheiro desviado, usado para pagar serviços como consórcio, seguro, decoração de chá de revelação e uma cuidadora de idosos.

A empresária, no entanto, segue com o processo na Justiça para receber R$ 10 mil que ainda não foram devolvidos. Por ressarcir parte do prejuízo e por ser ré primária (sem condenações anteriores), a gerente responde ao processo em liberdade.

O Itaú, por sua vez, informou em nota que lamenta o ocorrido e que fez todo o possível para resolver o caso. Relatou, ainda, que a autora do crime já foi desligada do seu quadro de funcionários.

O Pix tem sido muito utilizado em crimes financeiros, justamente pela facilidade de fazer transferências com a ferramenta. Uma série de medidas têm sido adotadas pelo Banco Central para conferir mais segurança ao recurso, como o bloqueio preventivo de contas que receberam transferências suspeitas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.