Calendário de vacinação na cidade de SP após suspensão das doses

A Prefeitura de São Paulo suspendeu o calendário de vacinação por um dia por falta de doses das vacinas contra a Covid-19. A suspensão ocorreu na última terça-feira (22) e, por esse motivo, toda a programação da cidade precisou ser atualizada.

Calendário de vacinação na cidade de SP após suspensão das doses
Calendário de vacinação na cidade de SP após suspensão das doses (Imagem: Walterson Rosa/MS)

Por causa da suspensão da vacinação na capital a repescagem para pessoas de 50 a 59 anos, prevista para a terça-feira (22), não aconteceu. O calendário de vacinação retornou na última quarta-feira (23). Porém, 12 postos de imunização informaram problemas com o abastecimento das vacinas.

A Prefeitura de São Paulo informou que foi realizado remanejamentos de doses para sanar a falta de vacinas nos postos. Segundo o calendário de vacinação do município, na quarta-feira estava sendo imunizadas as pessoas a partir de 49 anos sem comorbidades.

A capital recebeu 210 mil doses, sendo 180 mil da CoronaVac para primeira aplicação e 30 mil doses da AstraZeneca para aplicar segunda dose. Porém, a Secretaria Municipal de Saúde atribuiu a falta de doses ao Ministério da Saúde.

O secretário-executivo da Saúde de São Paulo, Eduardo Ribeiro, afirmou que o calendário de vacinação da capital foi estabelecido com base nos anúncios do Ministério da Saúde. Porém, segundo ele, no dia marcado para a entrega foi descoberto que o mistério não seria capaz de fazer o envio das doses.

Em defesa, a pasta informou que o envio das vacinas ocorre com base na população-alvo da campanha. Por esse motivo, recomenda que os gestores estaduais e municipais sigam o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

Para completar, o Ministério da Saúde informou que o repasse das doses aos municípios é de responsabilidade do Governo Estadual. Dessa maneira, a suspensão da vacinação se tornou um jogo de empurra-empurra entre a prefeitura, Estado e Governo Federal.

O governo Estadual afirmou que o cronograma não será comprometido e que os paulistas com mais de 18 anos serão imunizados até o dia 15 de setembro. Essa estimativa foi anunciada pelo governador de São Paulo, João Doria.

Na quinta-feira (24), o município começou a vacinar as pessoas sem comorbidades com 48 anos ou mais. Nesta sexta-feira (25), a previsão é que pessoas da faixa etária de 45 a 47 anos possa receber a primeira dose do imunizante.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.