Suspensão da vacina em SP pode atrasar calendário estadual? Doria responde

Nesta quarta-feira, 23, o governador do Estado de São Paulo, João Doria, fez um pronunciamento sobre a suspensão da aplicação da vacina da Covid-19 na última terça-feira, 23. A preocupação era de que este único dia em que os postos de vacinação não funcionaram pudesse atrasar o esquema vacinal no âmbito estadual.

Suspensão da vacina em SP pode atrasar calendário estadual? Doria responde
Suspensão da vacina em SP pode atrasar calendário estadual? Doria responde. (Imagem: Reprodução/Exame)

Porém, ele reforçou que prevalece a promessa de conclusão da primeira etapa de imunização com a aplicação da primeira dose da vacina em toda a população adulta do Estado de São Paulo, até o mês de setembro.

Para ele, a suspensão temporária do cronograma de vacinação no início desta semana se trata apenas de uma falha específica. O que é bastante comum em uma campanha de tamanha grandeza. 

Ele destacou que a capital paulista é a maior cidade do Brasil e a sétima mais populosa do mundo. Fatores que devem ser considerados em impasses como esse.

A demanda não só da capital, mas de todo o Estado de São Paulo é alta. Portanto, o processo de aplicação da vacina contra a Covid-19, não é tão simples quanto parece apesar de todos os esforços.

“Pontualmente nós poderemos ter alguma circunstância como houve ontem, mas isso não implica em nenhuma desarmonia, nenhum desajuste, nenhuma falta de entendimento entre os poderes do Estado e do município”, declarou João Doria.

O pronunciamento foi feito durante uma coletiva de imprensa, ocasião da qual o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), também se fez presente. Ele informou que qualquer convergência de informações entre o âmbito estadual e municipal já foi resolvida.

Além do que, a previsão é para que a capital receba um novo lote de vacina contra a Covid-19, possibilitando a imunização de adultos na faixa etária de 49 a 47 anos de idade. 

O prefeito Ricardo Nunes disse que a situação irá se estabilizar de agora em diante. E que a administração municipal tem se organizado para reestruturar o novo calendário de vacinação e remanejar as doses da vacina para que se esgotem tão rápido novamente. 

Lembrando que a suspensão temporária do calendário de vacinação em várias cidades paulistas aconteceu após a procura intensiva pela imunização nos postos de vacinação durante o último fim de semana. 

O acontecimento está ligado à tentativa de diversas prefeituras do Estado de São Paulo em antecipar o calendário de vacinação contra a Covid-19. A ação se tornou uma disputa amistosa entre os chefes das unidades federativas brasileiras nas últimas semanas. É o caso dos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, principalmente.

Ricardo Nunes ainda explicou que somente a faixa etária de 50 a 59 anos de idade é composta por mais de 1,4 milhão de pessoas. Ele representou os números em uma pirâmide, de maneira que, quanto menor for a faixa de idade, maior será a quantidade de pessoas que a integram.

Por esta razão é extremamente importante prezar pela organização de todo o esquema vacinal.

“E é isso que nós estamos fazendo. A população pode ficar tranquila, muita sintonia entre o Governo do Estado e Prefeitura para vacinar as pessoas”, ressaltou o prefeito de São Paulo. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA