Diabéticos, cardíacos e hipertensos recebem 1ª dose da vacina no ES

Vários Estados iniciaram a vacinação das pessoas com comorbidade. Essa etapa vem após o fim da aplicação dos imunizantes em idosos a partir dos 60 anos. No Espírito Santo, as pessoas com diabetes, problemas cardíacos e hipertensos irão receber a 1ª dose da vacina contra COVID-19 ainda esta semana.

Diabéticos, cardíacos e hipertensos recebem 1ª dose da vacina no ES
Diabéticos, cardíacos e hipertensos recebem 1ª dose da vacina no ES. (Imagem: Reprodução/Folha Uol)

O Governo do Estado do Espirito Santo aguarda a entrega de novas doses da vacina contra a Covid para aplicar nas pessoas com comorbidades. Esse grupo será dividido, conforme orientação do Plano Nacional de Imunização.

Dessa maneira, os diabéticos, cardíacos e hipertensos irão receber a primeira dose ainda esta semana.

Esses fazem parte do segundo subgrupo do grupo com comorbidades. De acordo com o secretário estadual de saúde, Nésio Fernandes, é esperado que hoje ou amanhã (5) seja possível informar as datas.

Para receber a dose, esse grupo precisa apresentar um laudo médico que confirme a comorbidade. O subsecretário de saúde, Luiz Carlos Reblin, informou que algumas cidades do Estado já deram início ao cronograma da fase 1.

De acordo com Reblin, o número de pessoas contempladas na primeira fase não é grande. Dessa maneira, é possível começar a segunda fase sem ter terminado por completo a primeira etapa da vacinação para pessoas com comorbidades.

A secretaria informou que há 440.966 capixabas que possuem as comorbidades consideradas prioritárias nesse momento de vacinação. Desse quantitativo, o Estado dividiu o grupo em duas fases.

Novo Plano Estadual de aplicação da vacina contra Covid-19 no ES

FASE 1:

  • Pessoas com Síndrome de Down ou qualquer deficiência intelectual que impeça suas atividades gerais na faixa de 18 a 59 anos;
  • Pessoas com fibrose cística, 18 a 59 anos;
  • Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise), independentemente da idade;
  • Gestantes e puérperas, 18 a 59 anos;
  • Pessoas com obesidade mórbida, de 18 a 59 anos;
  • Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), de 50 a 59 anos;
  • Pessoas em tratamento de terapia renal substitutiva, de 18 a 59 anos.

FASE 2 – Vacinar por segmentos de nove anos:

  • Anemia falciforme;
  • Arritmias cardíacas;
  • Cardiopatia hipertensiva;
  • Cardiopatias congênitas no adulto;
  • Cirrose hepática;
  • Diabetes mellitus;
  • Doença cerebrovascular;
  • Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas;
  • Hipertensão Arterial;
  • Hipertensão pulmonar;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias;
  • Obesidade mórbida;
  • Pneumopatias crônicas graves;
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados;
  • Síndromes coronarianas;
  • Valvopatias.

Glaucia AlvesGlaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 7 anos. Esse ano começou a trabalhar como redatora e como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR e realiza consultoria de redação on-line.