Plano São Paulo libera abertura de bares e restaurantes a partir deste sábado

A partir de hoje, sábado (24), o governo de São Paulo irá liberar o funcionamento de bares, restaurantes, academias e salões de beleza. Essa etapa faz parte da fase de transição do Plano São Paulo que também liberou o comércio e as atividades religiosas desde o último domingo (18).

Plano São Paulo libera abertura de bares e restaurantes a partir deste sábado
Plano São Paulo libera abertura de bares e restaurantes a partir deste sábado (Imagem: Eduardo Frazão)

Mesmo permitindo o retorno desses serviços e atividades, o Plano São Paulo continua com o toque de recolher. Dessa maneira, os cidadãos devem permanecer em casa das 20h às 5h, evitando a circulação de pessoas em ruas e espaços públicos.

A exceção é para os casos de trabalhadores em serviços essenciais, como: farmácias, postos de combustíveis, hospitais, unidades de saúde, serviços odontológicos, serviços veterinários, segurança privada, funerárias, entre outros.

A Fase de Transição fica entre a vermelha e a laranja. Essa nova categoria foi criada na primeira quinzena do mês de abril. Com isso, autorizou a abertura de comércios e atividades religiosas no domingo.

Agora será permitida a abertura de academias, salões de beleza e restaurantes a partir deste sábado (24). Porém, só será permitido o funcionamento com 25% da capacidade.

Os bares também poderão funcionar, porém, precisam trabalhar com os clientes sentados, mantendo o distanciamento e com a capacidade de 25%.

Os salões de beleza, restaurantes e bares funcionarão em horários especiais. Esses poderão funcionar das 11h às 19h. Já as academias poderão ficar abertas das 7h às 11h e das 15h às 19h. No dia 1º de maio o Plano São Paulo irá atualizar as medidas restritivas.

Atualmente, o Estado possui 85% dos leitos ocupados. Esse número já foi pior, mas conseguiu ser reduzido após a “Fase Emergencial”. Essa foi a mais restritiva do Plano São Paulo e foi criada para não ter um colapso no sistema de saúde.

A fase emergencial vigorou entre os dias 15 de março e 11 de abril. Na época o Estado estava na fase vermelha. Mesmo com a redução no número de ocupação dos leitos, a região registrou neste mês um dos maiores níveis de mortes por Covid-19, desde o início da pandemia.

Durante essa nova fase, os trabalhos administrativos devem ser feitos de forma remota. Além disso, será continuado o escalonamento da entrada e saída de atividades do comércio, serviços e indústria. O intuito é evitar aglomerações nos transportes públicos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA