Vacina da COVID-19: Veja como preencher cadastro obrigatório para professores

Os professores de São Paulo, que estão aptos a receber a vacina da COVID-19, devem demonstrar interesse na aplicação. Nessa primeira fase serão vacinados os professores acima de 47 anos. O cadastro é obrigatório, de acordo com as regras divulgadas pelo secretário de Educação, Rossieli Soares.

Vacina da COVID-19: Veja como preencher cadastro obrigatório para professores
Vacina da COVID-19: Veja como preencher cadastro obrigatório para professores (Imagem: Hedeson Alves)

A vacina da COVID para essa categoria começará a ser aplicada a partir do dia 12 de abril, próxima segunda-feira. Todos os professores partir dos 47 anos e que trabalham em creches, ensino fundamental ou ensino médio irão receber as duas doses do imunizante.

A aplicação da vacina da COVID será para profissionais que atuam na rede pública e privada do Estado de São Paulo. Dessa maneira, aposentados e professores afastados, seja por motivo de doença ou para curso de aperfeiçoamento, não serão contemplados.

A expectativa do governador João Doria (PSDB) é que nessa primeira etapa de aplicação da vacina da COVID para os profissionais da educação 350 mil profissionais sejam imunizados com as duas doses.

Caso isso ocorra, a Campanha de vacinação de São Paulo terá alcançado 40% dos profissionais da área. Além disso, com a aplicação das doses para os profissionais com mais de 47 anos, será imunizado 66,5% dos professores que possuem comorbidades e que atuam na rede estadual.

Além dos professores, também serão imunizados os demais trabalhadores que atuam no ambiente escolar. Sendo assim, receberam as doses as merendeiras, faxineiras, secretários da escola, coordenadores pedagógicos, diretores, vice-diretores e cuidadores.

Porém, assim como os professores, para esses grupos é necessário ter mais de 47 anos e estar ativo.

Como fazer o cadastro para vacinação de professores

Outro requisito, válido pra todos os profissionais do setor é o cadastro obrigatório, no site Vacina Já Educação.

Na plataforma será necessário informar os dados pessoais e informações profissionais. Sendo assim, será solicitado: número de CPF, nome completo e e-mail. Será enviado um link no endereço de e-mail cadastrado que precisará ser validado.

Após essa etapa, será necessário confirmar os dados pessoais. Logo em seguida, o trabalhador terá que informar os dados profissionais. Sendo assim, terá que indicar o nome da escola, a rede de ensino, o município e o cargo ocupado. Todos terão que apresentar holerite dos últimos dois meses.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunização, Regiane Cardoso de Paula, informou que não haverá subdivisão por idade. Sendo assim, a aplicação das doses acontecerá, conforme, o cadastro na plataforma.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Vacina da COVID-19: Veja como preencher cadastro obrigatório para professores

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA