Calendário de vacinação de SP antecipa aplicação para maiores de 68 anos

Um comunicado feito nesta quarta-feira, 31, por parte do Governo de São Paulo informou sobre a decisão de antecipar o calendário de vacinação do Estado. Desde ontem (31), os idosos com idade igual ou superior a 68 anos já podem ser imunizados. 

Calendário de vacinação de SP antecipa aplicação para maiores de 68 anos
Calendário de vacinação de SP antecipa aplicação para maiores de 68 anos (Imagem: Governo do Estado de São Paulo)

A princípio, a vacinação deste grupo estava prevista para acontecer na próxima segunda-feira, 5, devendo contemplar cerca de 340 mil paulistas. A decisão de antecipar o calendário de vacinação foi anunciada pelo governador do Estado de SP, João Dória. 

Este tipo de ação tem se tornado bastante comum na gestão atual. Vale ressaltar que o calendário de vacinação direcionado às demais faixas etárias também foi modificado. 

É importante dizer que, embora o Estado tenha a responsabilidade de estabelecer um calendário de vacinação geral, as prefeituras têm total autonomia para elaborar o próprio cronograma de acordo com cada cenário local. 

Neste sentido, a prefeitura de São Paulo tem respeitado o calendário de vacinação publicado pelo estado, tal como para a atual faixa etária contemplada atualmente. Na última sexta-feira, 26, foi a vez dos idosos com idade entre 69 a 71 anos

Cronograma de vacinação do Estado de São Paulo

Até o momento, o calendário de vacinação também tem priorizado a imunização de trabalhadores da área de saúde, indígenas e quilombolas, sendo que destes, 1,6 milhões já foram vacinados.

Observe a seguir como está o cenário de imunização no estado de acordo com cada faixa etária.

  • 90 anos ou mais = 206 mil pessoas; 
  • 85 a 89 anos = 309 mil pessoas; 
  • 80 a 84 anos = 563 mil pessoas; 
  • 77 a 79 anos = 430 mil pessoas; 
  • 75 a 76 anos = 420 mil pessoas; 
  • 72 a 74 anos = 730 mil pessoas; 
  • 69 a 71 anos = 910 mil pessoas; 
  • 68 anos = 340 mil pessoas;

No que compete aos profissionais de segurança pública e administração penitenciária, 185 mil serão imunizados.

Enquanto outros 350 mil profissionais da educação básica com idade igual ou superior a 47 anos serão contemplados a partir do dia 12 de abril. 

Na oportunidade, o Governo do Estado de São Paulo também lançou a campanha “Vacina Contra a Fome”. A ação tem o objetivo de incentivar que os grupos que se enquadram no calendário de vacinação a doarem um quilo de alimento não perecível em cada um dos municípios participantes. 

João Dória ainda reforçou que, “preferencialmente arroz, feijão, macarrão e também leite em pó”, são os principais produtos que podem integrar as doações. 

Até o momento, 389 dos 645 municípios paulistas já aderiram à campanha. A proposta é para que cada uma das prefeituras participantes organizem e instalem pontos de arrecadação junto aos postos de vacinação da Covid-19.

Os alimentos arrecadados serão destinados às famílias em situação de vulnerabilidade social.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA