Isolamento total em São Paulo termina dia 11; o que fica fechado até lá?

Em São Paulo, o governo do estado decidiu prorrogar a fase emergencial, que impõe regras mais rígidas do que a fase vermelha do Plano São Paulo. Agora, a medida segue até o dia 11 de abril. 

Isolamento total em São Paulo termina dia 11; o que fica fechado até lá?
Isolamento total em São Paulo termina dia 11; o que fica fechado até lá? (Imagem: Governo do Estado de São Paulo)

A fase emergencial, a princípio, terminaria hoje, 30, mas o crescimento no número de casos e do colapso do sistema de saúde, fizeram com que o governo se decidisse pela ampliação da medida.

“Nós esperamos, acreditamos que ao longo desse período vamos começar a observar uma redução progressiva no número de casos graves, consequentes tanto dessas medidas, como também do efeito protetor de toda a vacinação”, disse Paulo Menezes,  o coordenador do Centro de Contingência para Covid-19.

Feriados antecipados 

Várias cidades do estado decidiram antecipar os feriados nacionais como forma de reduzir a circulação de pessoas e conter o aumento de casos. Na capital, a medida começou na última sexta (26) e irá até o dia 4 de abril.

Em decorrência da decisão, para evitar que moradores viagem para o litoral, a gestão estadual suspendeu a operação descida para o litoral no Sistema Anchieta-Imigrantes.

Escolas 

Na rede estadual, o governo decidiu antecipar os recessos de abril e outubro para o período de 15 a 28 de março.

O secretário estadual de Educação, Rossieli Soares, disse que na rede estadual, as escolas ficarão abertas para oferta de merenda e atendimento para alunos que não conseguem acompanhar o ensino remoto.

As aulas presenciais estando suspensas até o dia 1º de abril em todas as redes de ensino.

Restrições da fase emergencial

  • Atividades religiosas, como missas e cultos, não podem mais ser celebradas  presencialmente, mas igrejas permanecem abertas.
  • Campeonatos esportivos profissionais, como jogos de futebol, ficam suspensos
  • Lojas de material de construção não poderão abrir
  • Teletrabalho se torna  obrigatório para todas atividades administrativas não essenciais
  • Comércios não essenciais, como lojas de roupas e restaurantes, não poderão operar com serviço de retirada presencial, apenas delivery (24 horas) ou drive-thru (das 5h às 20h)
  • Fica proibido o uso de parques e praias em todo o estado
  • Toque de recolher passa a ser das 20h às 5h em todo o estado
  • Os recessos de abril e outubro na rede estadual de ensino serão antecipados

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA