Calendário de vacinação da COVID-19 vai incluir rodoviários e agentes do DETRAN-DF

Na próxima semana, os rodoviários e agentes do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) do Distrito Federal, devem ser vacinados contra a COVID-19. O secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, disse que a determinação do governador Ibaneis Rocha é que  um percentual das vacinas seja direcionadas para estes profissionais.

Calendário de vacinação da COVID-19 vai incluir rodoviários e agentes do DETRAN-DF
Calendário de vacinação da COVID-19 vai incluir rodoviários e agentes do DETRAN-DF (Imagem: Reprodução/Google)

Para dar conta da inclusão destas pessoas na vacinação da próxima semana, a Secretária da Saúde aguarda o recebimento de mais doses do imunizante ainda hoje (24).

“A ideia do governador é não atrapalhar a vacinação dos idosos, por isso foi feito esse destaque”, explicou Gustavo.

A vacinação de profissionais de saúde da rede privada, se inicia nesta sexta, 26, e o agendamento prévio pelo site da secretaria é obrigatório.

“Temos em torno de 100 mil profissionais de saúde a serem vacinados e serão vacinados cerca de 20% ou 25% dessas pessoas”, disse Osnei Okumoto, secretário de Saúde.

Isolamento social é criticado por Bolsonaro

Se mostrando mais uma vez contra as medidas de isolamento social em decorrência da pandemia.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que a Advocacia Geral da União (AGU), com supervisão do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), ingressou com uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (STF) contra as medidas adotadas por governos de estados e municípios.

Bolsonaro diz que a ação questiona três decretos estaduais especificadamente, porém não apontou quais são eles.

“O mais importante, é que a nossa ação foi contra decreto de três governadores. Que, inclusive, no decreto, o cara bota ali toque de recolher. Isso é estado de defesa, estado de sítio que só uma pessoa pode decretar: eu. Mas, quando eu assino o decreto de defesa de sítio, ele vai para dentro do parlamento”, disse.

O presidente considera um abuso as medidas de restrição impostas as pessoas e ao funcionamento das atividades econômicas.

Além da vacina, as medidas de isolamento são aconselhadas por autoridades sanitárias como uma das mais importantes maneiras de se combater a propagação do vírus e o consequente colapso nos sistemas de saúde.

“Isso é uma hipocrisia de governadores e prefeitos que fazem isso aí”, disse o presidente. “Tem gente que quer ir visitar um parente que está passando mal de noite e é impedido, é multado. Isso é um abuso. Essas pessoas que baixam esses decretos são projetos de ditadores”, acrescentou.

Em 2020, no mês de abril, o STF decidiu que estados e municípios podem aplicar as medidas que considerarem necessárias para combater a pandemia. Como isolamento social, fechamento do comércio e demais restrições.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.