Como saber se vou receber ou não as novas parcelas no auxílio emergencial 2021?

A partir de 1º de abril, os cidadãos que receberam a ajuda emergencial em 2020 poderão consultar se foram contemplados para a nova rodada de pagamentos. O auxílio emergencial 2021 começará a ser pago a partir do próximo mês.

Como saber que vou receber novas parcelas no auxílio emergencial 2021?
Como saber que vou receber novas parcelas no auxílio emergencial 2021? (Imagem: Reprodução/Google)

A Dataprev é a empresa responsável por analisar os perfis dos beneficiados no ano passado e selecionar os novos contemplados. Diante disso, a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência informou que o trabalhador informal poderá consultar a sua situação a partir do início de abril.

Para isso, o cidadão deverá acessar a plataforma e informar o nome completo, o número do CPF, o nome da mãe e data de nascimento. Com esses dados será possível verificar se receberá as novas parcelas do auxílio emergencial 2021.

O Ministério da Cidadania informou que não serão aceitos novos cadastros. Diante disso, só receberá o auxílio emergencial 2021, aqueles que receberam no ano passado e os beneficiários do Bolsa Família.

O governo, até o momento, pretende pagar quatro parcelas do novo auxílio. Os valores repassados as famílias contempladas irão variar de R$ 150 a R$ 375, conforme a composição familiar. Serão 45,6 bilhões de famílias beneficiadas.

Mudanças para o auxílio emergencial 2021

O programa pode ser estendido, por meio da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) Emergencial aprovada nas últimas semanas no Congresso Nacional. No texto, ficou determinado o gasto limite com o auxílio de R$ 44 bilhões.

Diante disso, o governo precisou reorganizar o programa emergencial. Com isso, foi reduzido o número de beneficiários, passando de 68,2 bilhões para 45,6 bilhões. Nesse quantitativo já está incluso os 14 milhões que recebem o Bolsa Família.

Outra mudança é em relação ao valor das parcelas. De acordo com a Medida Provisória 1039/21, o valor médio recebido será de R$ 250. Porém, esse valor só será pago as famílias compostas por mais de uma pessoa.

Sendo assim, os beneficiados que moram sozinhos receberão a menor parcela, de R$ 150. Já as mães, chefes de família monoparentais, receberão a maior parcela, de R$ 375. Diferente do ano passado, o programa não será cumulativo e, portanto, apenas uma pessoa da família poderá receber.

O governo não descarta a possibilidade de prorrogar o auxílio emergencial 2021. Porém, deixa claro que isso só ocorrerá se for extremamente necessário. Portanto, dependerá da Campanha Nacional de Imunização contra a Covid.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.