Quanto custa registrar um funcionário no regime CLT?

O custo de um funcionário para empresa é além do salário pago pelo empregador. Mas afinal, quanto custa uma contração CLT? Confira a seguir algumas informações importantes em relação ao cálculo de custo de funcionário para empresa.

 Quanto custa registrar um funcionário no regime CLT?
Quanto custa registrar um funcionário no regime CLT? (Foto: Google)

Qual é o valor de um funcionário CLT?

Segundo a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) o empregador possuí obrigação de realizar o pagamento do seu funcionário e de outros direitos, como:

  • Férias;
  • 13º Salário;
  • Fundo de Garantia por Tempo de Serviço;
  • Rescisões, demissões e licenças.

Gastos com treinamentos e benefícios

Além dos direitos obrigatórios, há os encargos sociais que a empresa direciona a alguns órgãos, conforme o regime tributário que é usado.

O vale-transporte é uma obrigatoriedade coletiva, e não pode ser adicionado junto ao salário, precisa ser pago separadamente, sendo um direito que é garantido por lei.

Há a possibilidade de acontecer a troca do vale transporte pelo auxílio combustível. Porém é preciso que haja um acordo prévio entre empresa e funcionário.

Além disso, o funcionário deve abdicar do seu vale transporte e apresentar mensalmente os comprovantes que mostram seu gasto com o combustível.

Já o vale refeição e vale alimentação são analisados como opcionais e estabelecidos em acordo.

Temos também os gastos com treinamentos que vêm com o intuito de auxiliar na capacitação dos funcionários. Sendo preciso que o empregador adicione esse valor à conta para saber quanto é gasto com cada funcionário.

Além desses benefícios, caso queira, a empresa pode oferecer plano de saúde, plano odontológico, auxílio creche, entre outros. Vale ressaltar que não são uma obrigatoriedade esses benefícios.

Cálculo de custo de funcionário para empresa 

Para saber o valor exato de quanto é o valor destinado ao seu funcionário, é preciso saber o regime tributário que sua empresa utiliza.

Podendo ser Simples Nacional ou Lucro Real/ Lucro Presumido:

  • Simples Nacional: presente nas micro e pequenas empresas, nas quais fazem o pagamento dos impostos municipais, estaduais e federais por um único destino, sendo valores menores quando comparado às grandes empresas.
  • Lucro Real ou Presumido: um dos regimes tributários mais consolidados no Brasil, compreendendo as empresas que possuem seu rendimento maior que R$3,6 milhões por ano.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.