Saiba quais comércios estão proibidos de funcionar na fase emergencial de São Paulo

Na segunda-feira (15), todo o estado de São Paulo entra na fase emergencial e permanece com as restrições mais rígidas até 30 de março. Na fase emergencial de São Paulo apenas os serviços essenciais poderão funcionar, com o intuito de conter o avanço da Covid-19.

Saiba quais comércios estão proibidos de funcionar na fase emergencial de São Paulo
Saiba quais comércios estão proibidos de funcionar na fase emergencial de São Paulo (Imagem: Reprodução/Google)

Na fase emergencial de São Paulo, que começa na próxima segunda, haverá o “toque de recolher” das 20h às 5h, porém, segundo o governador do estado, João Doria (PSDB), não significa que os paulistas estarão impedidos de se movimentar pelas ruas dentro desse horário, como ocorre no lockdown.

Dessa maneira, o “toque de recolher” é uma indicação para que nesse horário as pessoas permaneçam em suas casas e evitem estar em circulação nas ruas, a não ser em caso de extrema necessidade.

Outra mudança a partir do dia 15 é para as celebrações religiosas coletivas e atividades esportivas que estavam sendo permitidas. Porém com diversas restrições e agora passam a ficar suspensas até o dia 30.

A entrega de comidas de restaurantes e de outros estabelecimentos da área no próprio local, que também estavam sendo permitidas na fase vermelha do Plano SP, também foi proibida. Agora só serão permitidas a entrega de alimentos pelo serviço de drive-thru ou delivery, dentro do horário permitido (entre as 5 e 20h).

Os trabalhos não essenciais em órgãos públicos e escritórios do setor administrativo deve ser realizada em home office. Para os serviços essências, que continuarão a funcionar, o governo elaborou um escalonamento de horário de entrada no trabalho, a fim diminuir a aglomeração no transporte público.

Dessa maneira, as indústrias devem iniciar o expediente 5h às 7h, as empresas do setor de serviços das 7h às 9h e do comércio das 9h às 11h. O governo do estado informou que os trens, ônibus e metrô continuarão operando com 100% da frota.

As escolas ficarão abertas, mas apenas para alimentar os estudantes que precisam. Além disso, estarão entregando matérias escolares e chips, porém, para isso será necessário fazer um agendamento e marcar o dia e horário de retirar os itens.

É importante lembrar que os estudantes estão em recesso escolar até o dia 28, já que a Secretaria Estadual da Educação adiantou os recessos de abril e outubro para o período de 15 a 28 de março.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.