MEI encontra novos serviços após atualização do Portal do Empreendedor

A ideia é que o Microempreendedor Individual (MEI) possa encontrar os serviços digitais de forma mais fácil. Dessa maneira, até 31 de dezembro, os usuários que acessarem o antigo Portal do Empreendedor serão direcionados para o novo endereço.

MEI encontra novos serviços após atualização do Portal do Empreendedor
MEI encontra novos serviços após atualização do Portal do Empreendedor (Imagem: Reprodução/Google)

O novo site está hospedado no Portal gov.br e começou a funcionar no dia 04 de dezembro. Porém, a antiga plataforma continua funcionando, direcionando os usuários para o novo Portal do Empreendedor.

O objetivo foi unificar os canais digitais do Governo Federal e apresentar ao MEI os principais serviços digitais como, a abertura de novos CNPJ e a solicitação de crédito. Segundo o governo, a antiga plataforma dificultava na hora de encontrar as informações.

Segundo Fábio Silva, Coordenador-Geral de Empreendedorismo e Artesanato do Ministério da Economia, a ideia é trazer a informação de forma simples e direta ao empreendedor, com o intuito de gerar economia de tempo na hora de se formalizar.

Além disso, deixar o portal mais simples é uma forma de facilitar a forma de repassar as novidades para a categoria, para que assim, essas informações sejam entendidas com precisão. Por isso, as mudanças foram feitas com base no acesso dos usuários, destacando as mais buscadas e clicadas.

O novo portal foi realizado com o apoio técnico do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Os usuários podem continuar acessando o antigo Portal do Empreendedor até 31 de dezembro.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
OPORTUNIDADE
Novo Cartão de crédito queridinho do Brasil, sem anuidade e que você pode solicitar agora 34.787 pessoas já solicitaram

Após essa data o portal será desativado, sendo o acesso apenas pelos novos endereços gov.br/empreendedor ou gov.br/mei, ambos dentro do Portal gov.br. Esses estarão dentro da área de “Empresas & Negócios”, no setor do Empreendedor.

O governo, assim como o Sebrae, espera que os usuários desfrutem da novidade e que o acesso a plataforma aumento com a sua simplificação. Com isso, o resultado será ter mais cadastros e empreendedores mais informados sobre as atividades permitidas para ser MEI.

Além disso, haverá uma parte direcionada aos cursos gratuitos do Sebrae voltados para a capacitação e formalização dos negócios. Dessa maneira, a plataforma estará, totalmente, direcionada para a qualificação dos novos empresários e para o repasse das novas informações sobre a categoria.

Glaúcia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.