Crédito consignado do INSS: Últimos dias para contratar empréstimo com condições especiais

Pontos-chave
  • Os aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social têm até o dia 31 de dezembro para contratar o crédito consignado do INSS com condições especiais;
  • Os segurados podem comprometer até 40% da renda, sendo 35% com empréstimos e 5% com o cartão de crédito;
  • A partir de 1º de janeiro, os aposentados e pensionistas do INSS não poderão mais comprometer 40% da renda.

Os aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social têm até o dia 31 de dezembro para contratar o crédito consignado do INSS com condições especiais. Os segurados podem comprometer até 40% da renda, sendo 35% com empréstimos e 5% com o cartão de crédito.

Crédito consignado do INSS: Últimos dias para contratar empréstimo com condições especiais
Crédito consignado do INSS: Últimos dias para contratar empréstimo com condições especiais (Imagem: Reprodução/Google)

A partir de 1º de janeiro, os aposentados e pensionistas do INSS não poderão mais comprometer 40% da renda. Com isso, volta a valer o estágio anterior de até 35% da remuneração.

O aumento no empréstimo consignado foi uma decisão do governo com o intuito de estimular a economia, e ajudar os segurados que estejam passando por algum problema econômico gerado pela pandemia de Covid-19.

Os especialistas afirmam que o consignado maior é um risco para os aposentados, já que o valor recebido é usado para pagar as despesas do dia a dia, como compra de alimentos, remédios, pagamentos de conta de luz, água, aluguel e condomínio.

O economista Otniel Barcelos de Aquino, alerta sobre esse ponto. “A banalização do crédito para pessoas de baixa renda pode ser vista como positiva. Mas de fato é preocupante, porque aumentou o limite, sem aumentar a renda do beneficiário e isso não é nada vantajoso”.

Crédito consignado do INSS: Últimos dias para contratar empréstimo com condições especiais
Crédito consignado do INSS: Últimos dias para contratar empréstimo com condições especiais (Imagem: Reprodução/Google)

Por isso, esse tipo de solução só é indicado em situações realmente importantes e extremamente necessárias, já que irá comprometer boa parte da renda da família e pode gerar restrições futuras por um longo tempo.

“Quando o objetivo é quitar dívidas do dia a dia, como contas de água, luz, ou comprar alimentos, os chamados bens de consumo não duráveis, o empréstimo não é uma solução positiva, podendo gerar restrições à família do beneficiário”, aponta Aquino.

Além disso, é importante lembrar que a inflação está em alta e todas as despesas serão reajustadas com base no índice. Por esse motivo, o crédito consignado só é aconselhado para aqueles que possuem débitos mais caros.

“Para quem tem dívida de cartão de crédito, que muitas vezes têm juros de 12% e até 14% ao mês, contratar o consignado com juros baixos é uma forma de equilibrar as dívidas. Mas muitas vezes o que ocorre é o aposentado pegar o empréstimo para quitar dívida de filhos ou outros membros da família desempregados. Nesse caso, ele tem que estar atento e ter condições de bancar a dívida, senão o endividamento poderá ser inevitável”, enfatiza o professor e economista Mário Vasconcelos.

A professora Neyla Tardin é especialista em Finanças, doutora em Contabilidade e Administração e ensina na Fundação Capixaba de Pesquisa (Fucape), fala sobre o assédio que os aposentados sobrem dos bancos.

“A margem para empréstimos está dentro do limite razoável e a curto prazo é uma forma de apagar incêndio. Eu não vejo como algo negativo, a não ser a má intenção de algumas instituições financeiras, que usam o discurso do aumento para atrair o aposentado e acabam o endividando ainda mais”, destaca Neyla.

Reclamações de crédito consignado do INSS

Entre os meses de janeiro e julho foram realizadas 11.158.760 contratos de empréstimo consignado, totalizando R$ 62,79 bilhões em todo o Brasil. Em contrapartida, essa operação é alvo de muitas reclamações, de acordo com o Procon Estadual.

Entre as queixas a principal é o empréstimo automático, ou seja, a contratação do empréstimo sem o consentimento do consumidor. Além disso, no crédito via cartão há reclamações de juros abusivos e o refinanciamento sem autorização.

O Procon orienta que antes de contratar o empréstimo avalie os juros cobrados e observe se a instituição bancária recebeu reclamações nos últimos tempos em relação a esse tipo de operação, tanto no site do Procon como em suas redes sociais e em portais como o Reclame Aqui.

“As instituições financeiras oferecem um produto e entregam outro. Não há informação clara sobre o que o consumidor está contratando e os mais lesados são os idosos e aposentados que, muitas vezes, sem perceber, aceitam empréstimos desnecessários que vão reduzir o valor do benefício por meses”, afirmou o diretor-presidente do Procon, Rogério Athayde.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Crédito consignado do INSS: Últimos dias para contratar empréstimo com condições especiais

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA