COMO vai funcionar o pagamento por Pix no WhatsApp do Banco do Brasil?

O Banco do Brasil iniciou na última segunda-feira (23) o serviço de transferência via PIX pelo WhatsApp. Essa é a primeira parceria entre a nova forma de pagamento instantâneo brasileiro e o aplicativo de mensagens mais popular do mundo.

COMO vai funcionar o pagamento por Pix no WhatsApp do Banco do Brasil?
COMO vai funcionar o pagamento por Pix no WhatsApp do Banco do Brasil? (Imagem: Reprodução/BB)

O pagamento usando o PIX no WhatsApp do Banco do Brasil acontece por meio do chatbot, ou seja, o assistente virtual do banco. Para realizar o servidor basta enviar mensagens de textos ou áudio.

Dessa maneira, os clientes do Banco do Brasil precisam ter acesso a assistente virtual. Ela é cadastrada ao agendar nos contatos do celular pelo número (61) 4004-0001. Os clientes precisam iniciar uma conversar com a assistente pessoal do BB enviando “PIX”.

O chatbot enviará para o usuário as opções disponíveis: realizar pagamentos para outras pessoais, cobrar transferência bancária ou cadastrar uma chave PIX. Dependendo da opção escolhida será necessário informar alguns dados pessoais do destinatário ou copiar o QR Code para enviar a quem irá realizar o pagamento.

O BB já realiza atendimentos via WhatsApp e Messenger do Facebook desde 2018, por esse motivo, inserir o PIX só é mais uma alternativa de pagamento para seus clientes, sendo esse gratuito e disponível 24h por dia/365 dias por ano.

PIX

O PIX entrou em funcionamento no dia 16 de novembro, sendo esse uma forma de pagamento instantânea brasileira criada pelo Banco Central (BC).

O seu objetivo é realizar transferências bancárias entre contas em poucos segundos, a qualquer hora ou dia. Isso mesmo, ele funciona os 365 dias do ano e 24 horas por dia, inclusive feriados e fins de semana.

O BC criou uma forma de fazer pagamentos seguro, rápido e prático, já que para a operação basta informar a chave PIX cadastrada. No site do Banco Central é informado os seus objetivos detalhadamente:

  • Alavancar a competitividade e a eficiência do mercado;
  • Baixar o custo, aumentar a segurança e aprimorar a experiência dos clientes;
  • Incentivar a eletronização do mercado de pagamentos de varejo;
  • Promover a inclusão financeira; e
  • Preencher uma série de lacunas existentes na cesta de instrumentos de pagamentos disponíveis atualmente à população.

Mais de 700 instituições bancárias foram aprovadas pelo BC para ofertarem o pagamento instantâneo. Desde o dia 5 de outubro foi permitido o cadastro das chaves. E entre os dias 3 e 15 de novembro foi realizado o teste do programa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.