Grandes varejistas aumentam preços de produtos dias antes da Black Friday; Magalu é uma delas

Alguns varejistas costumam aumentar os preços dos produtos antes da Black Friday, para depois realizarem ofertas na data. A prática é conhecida popularmente como “metade do dobro”. O site Vigia do Preço organizou um ranking com as lojas que mais aumentaram preços nos últimos 30 dias.

A prática de aumentar os preços dos produtos antes da Black Friday, para depois realizarem ofertas, é conhecida popularmente como “metade do dobro” (Imagem: Reprodução/Google)

A lista foi elaborada com ferramentas automatizadas que monitoram 125 milhões de produtos em mais de 1.500 e-commerces no país.

Segundo o levantamento, cerca de 27% dos produtos vendidos na loja online da JBL subiram de preço nos últimos 30 dias. Na Asus, a proporção chega a 25%. Americanas, Magalu e Ricardo Eletro aumentaram o preço de 12% dos seus itens, incluindo os vendedores parceiros do marketplace.

Lojas com maiores altas de preço nos últimos 30 dias

Lojas online como da Asus, Ri Happy, Ferracini e Casa Show, por exemplo, estão entre as dez empresas que tiveram mais altas nos preços de seus produtos durante os últimos sete dias, segundo o Vigia do Preço.

 

A lista completa é pública e está disponível no site oficial de comparativos:

1º Arcelor Mittal • 339 variações de preço • 78.47% de altas
2º De Chelles • 623 variações de preço • 74.48% de altas
3º Dimensional • 578 variações de preço • 66.44% de altas
4º Ri Happy • 22.234 variações de preço • 62.85% de altas
5º Asus • 222 variações de preço • 57.66% de altas
6º Casa Show • 415 variações de preço • 55.90% de altas
7º Ferracini • 1.188 variações de preço • 53.28% de altas
8º Bulking • 455 variações de preço • 48.57% de altas
9º Umec • 1.136 variações de preço • 45.51% de altas
10º Cicero Papelaria • 306 variações de preço • 40.52% de altas

Confira como estão algumas lojas populares de vendas no ranking:

16º Nike • 47.251 variações de preço • 31.25% de altas
18º Magazine Luiza • 149.885 variações de preços • 29.20% de altas
29º Polishop • 1.666 variações de preço • 24.19% de altas
80º Americanas • 13.666.639 variações de preços • 8.71% de altas
85º FastShop • 2.611 variações de preços • 7.35% de altas
125º Carrefour • 12.106 variações de preços • 3.40% de altas

Mais da metade do País planeja comprar na Black Friday

Uma pesquisa da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), apontou que pouco mais da metade dos brasileiros pretende comprar algum item na Black Friday deste ano. 2.100 consumidores foram entrevistados, entre os dias 2 e 6 de novembro, e 52% deles afirmaram que irão adquirir produtos durante o evento, com data marcada para a próxima sexta-feira, dia 27 de novembro.

Expectativa de alta nas vendas online

Mesmo com a reabertura gradual das lojas físicas em todo o país, a expectativa é de uma movimentação maior no e-commerce. Os downloads de aplicativos de compras, por exemplo, cresceram 100% durante o distanciamento social.

Segundo dados da Ebit Nielsen, empresa de medição e análise de dados, as vendas pela internet devem crescer em 27% na Black Friday deste ano, comparado ao mesmo período de 2019. Se as expectativas forem alcançadas, o resultado impulsionará em 38% a performance do e-commerce no ano de 2020.

Atenção antes de comprar

Conforme o levantamento do Vigia do Preço, algumas lojas foram pegas no “flagra” adotando essa estratégia de dobrarem o valor dos produtos para aplicarem o um ‘grande desconto’ durante a Black Friday.

Para evitar cair nesse tipo de golpe e em tantos outros, confira algumas dicas já postadas aqui no site FDR ou clique aqui e tenha acesso à sites que ajudam a comparar preços em diferentes lojas, antes de tomar a melhor decisão.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.