Detran-SP inclui novos serviços em seus canais digitais; saiba quais são as novidades

Nos canais digitais do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) foram adicionados três novos serviços através da plataforma Poupatempo. São eles: alteração de dados, inclusão do EAR (Exerce Atividade Remunerada) na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e mudança ou adição de categoria. Confira logo abaixo mais informações sobre as novas ferramentas do Detran-SP.

Detran-SP inclui novos serviços em seus canais digitais; saiba quais são as novidades
Detran-SP inclui novos serviços em seus canais digitais; saiba quais são as novidades (Imagem: Edson Lopes Jr/A2 Fotografia/Divulgação)
publicidade

Segundo o órgão, o mecanismo é simples e o próprio cidadão pode fazer a solicitação online seguindo as orientações que se encontram disponíveis na plataforma.

Para utilizar as novas ferramentas, basta acessar o portal do Poupatempo ou o aplicativo Poupatempo Digital, fazer o login, selecionar a opção desejada e preencher as informações solicitadas no formulário.

Veja a relação dos novos serviços disponibilizados pelo Detran-SP:

Mudança ou adição de categoria

O condutor habilitado que quer mudar de categoria precisa ter no mínimo 21 anos (para as categorias D e E), possuir a CNH com foto em situação regular, não ter feito nenhuma infração grave, gravíssima ou ser reincidente em infrações médias durante os últimos doze meses. 

O motorista que está habilitado na categoria B, C ou D e deseja conduzir veículos que exijam habilitação específica, como as categorias C, D ou E, precisa solicitar a mudança ou adição.

O próximo passo é a realização do exame médico de aptidão física e mental, além do exame toxicológico. Depois de ser considerado apto pelo médico e psicólogo é preciso se matricular em um Centro de Formação de Condutores (CFC) credenciado que disponibilize o curso prático para o veículo desejado, levando todos os documentos que foram solicitados.

Alteração de Dados

Existe a possibilidade de efetuar a mudança de endereço, desde que seja dentro do mesmo município; alteração do nome dos pais e RG; e colocar atividade remunerada e rebaixamento de categoria.

Inclusão de EAR (Exerce Atividade Remunerada)

A fim de exercer atividade remunerada de transporte de bens ou pessoas, além de fazer o exame médico, o cidadão deve fazer avaliação psicológica com um profissional credenciado.

O motorista habilitado somente na categoria A que deseja incluir a observação “Exerce atividade remunerada”, precisa ter 21 anos completos, estar habilitado no mínimo há dois anos na categoria A, além de ter conseguido aprovação em curso especializado de motofrete e/ou mototáxi.

Giovanna FreitasGiovanna Freitas
Giovanna Freitas é graduanda na Universidade Anhembi Morumbi (UAM), atualmente é redatora do portal FDR produzindo pautas sobre finanças.