PIX vai acabar com o TED e o DOC? Saiba aqui

Com o lançamento do Pix, sistema de pagamentos e transferências instantâneos do Banco Central (BC), a vida financeira dos brasileiros irá se transformar. Pois, com a nova ferramenta existe a possibilidade de fazer transferências e pagamentos a qualquer momento. Com isso, será que as TEDs e DOCs vão deixar de existir? Confira a resposta logo abaixo. 

publicidade
PIX vai acabar com o TED e o DOC? Saiba aqui
PIX vai acabar com o TED e o DOC? Saiba aqui (Imagem: Reprodução/Google)
publicidade

Na nova solução, as transferências serão gratuitas para pessoas físicas e vão levar menos de 10 segundos para serem efetuadas.

O lançamento do Pix será no dia 16 de novembro, porém já existe a possibilidade de realizar o cadastro de suas chaves em vários bancos e fintechs desde o dia 5 de outubro. Mas, algumas pessoas ainda possuem dúvidas sobre esse novo sistema. 

Algumas das principais dúvidas são relacionadas ao que vai acontecer com os DOCs e as TEDs, isso porque como o Pix não vai cobrar tarifas de pessoas físicas, ou seja, a transferência de dinheiro através do TED ou DOC será menos vantajoso do que utilizar a nova solução.

Por conta desses fatores, estão circulando na internet muitas informações dizendo que o Pix vai substituir os DOCs e as TEDs. Porém, a situação não será bem assim.

TEDs e DOCs vão ser substituídos pelo Pix?

Os DOCs e as TEDs não irão acabar, pelo menos não por enquanto. Apesar de existir a possibilidade de usar a ferramenta para efetuar seus pagamentos e transferências, os DOCs e as TEDs vão continuar existindo. 

TEDs e DOCs irão cair em desuso?

Porém, por ser uma opção gratuita, alguns especialistas acreditam que futuramente os DOCs e as TEDs poderão cair em desuso. O Banco Central (BC) disse que não possui a pretensão de eliminar essa forma de pagamento. 

“Assim como a TED e o DOC, o Pix é um meio de pagamento à disposição da população. Trata-se de uma forma adicional de realizar pagamentos e transferências. Não há intenção do BC em extinguir outros meios de pagamento.” disse o Banco Central. 

Portanto, o Pix vai ser apenas uma nova opção para realizar transferências bancárias. Os DOCs e as TEDs poderão continuar sendo usados mesmo depois do lançamento do Pix.

Giovanna FreitasGiovanna Freitas
Giovanna Freitas é graduanda na Universidade Anhembi Morumbi (UAM), atualmente é redatora do portal FDR produzindo pautas sobre finanças.