Conheça as diferenças entre TED, DOC e a nova solução de pagamentos PIX

Atualmente, muitas pessoas utilizam o TED e DOC para realizar as transações financeiras, por meio de dinheiro, cartão, boleto e transações físicas. Com a vinda do sistema Pix, haverá mais uma opção para realizar as transferências. Descubra as diferenças entre essas possibilidades para o seu dia a dia.

Descubra as diferenças entre TED, DOC e a nova solução de pagamentos PIX
Descubra as diferenças entre TED, DOC e a nova solução de pagamentos PIX (Imagem: Reprodução/Google)

Transferência Eletrônica Disponível (TED)

O dinheiro tende a ser creditado até às 17 horas do dia em que foi transferido. Não há valor mínimo para realizar o ato e valores acima de R$ 5 mil são permitidos.

Documento de Ordem de Crédito (DOC)

Neste caso, o dinheiro cai no dia seguinte, com a possibilidade de demorar mais, caso a transferência tenha acontecido após as 22 horas. Outra diferença em relação ao Ted é que o limite máximo de valor a ser movimentado é de R$ 4.999,99.

Os dois recursos funcionam somente em dias úteis, o que pode levar dias para completar o fluxo.

Pix e os diferenciais

O Pix é um novo sistema de pagamento, anunciado pelo Banco Central (BC), que permite transferência de forma rápida e econômica. O início de funcionamento está previsto para 16 de novembro deste ano. Essas transferências poderão ser feitas entre pessoas, estabelecimentos, entes governamentais e entre pessoas e estabelecimentos.

Uma grande vantagem do Pix em relação ao TED e DOC é a velocidade para finalizar a transação. Enquanto o Pix promete o envio e recebimento em até 10 segundos, os outros tipos podem levar dias, dependendo do dia em que foi feita a transferência.

O Pix terá o funcionamento 24 horas por dia, durante todos os dias da semana. Ou seja, se uma pessoa precisar realizar a mudança do dinheiro de uma conta para outra em um domingo à noite, agora será possível.

Pessoas físicas não precisam pagar nenhuma taxa para as movimentações financeiras. No caso das instituições financeiras, há uma cobrança de R$ 0,01 a cada 10 transações.

Quem realiza a transferência pelo TED e DOC não é notificada no momento da conclusão do processo. Diferentemente disso, o Pix oferece a notificação para a situação, seja em caso de conclusão, seja em caso de algum possível erro. Além disso, o sistema permite o pagamento pelo QR Code, diretamente pela câmera do celular da pessoa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.