Nubank expande seus serviços para Colômbia e divulga investimento US$150 bilhões

Nesta quarta-feira (30), o Nubank divulgou o início de sua atuação na Colômbia, país onde nasceu um dos fundadores e CEO da fintech brasileira, David Vélez. O banco também anunciou o investimento de US$50 milhões (aproximadamente R$840 milhões) nos próximos oito anos a fim de explorar o mercado colombiano. 

Nubank expande seus serviços para Colômbia e divulga investimento US$150 bilhões
Nubank expande seus serviços para Colômbia e divulga investimento US$150 bilhões (Foto: Google)

O primeiro produto do Nubank que chegará no país será o cartão de crédito, que irá operar sem tarifas, com gestão digital, assim como ele já funciona no Brasil. A disponibilidade desse cartão deve ser oferecida aos colombianos nos próximos meses.

Desde janeiro de 2020, a companhia realizou três aquisições, entre elas a mais recente, da corretora Easynvest, registrando um crescimento alto no número de clientes, totalizando 11 milhões até a metade do ano de 2019 contra 30 milhões atualmente. 

O Nubank que também atua no México, onde se encontra desde o ano passado, e na Argentina, que ainda não possui nenhum produto no mercado porque aguarda uma melhora na crise econômica argentina segundo o banco. 

“Depois do sucesso que temos tido no Brasil e no México, estou orgulhoso de anunciar a chegada do Nubank ao meu país natal. Queremos levar para a Colômbia o jeito Nubank de reinventar os serviços financeiros e impactar positivamente milhões de colombianos”, disse Vélez, em nota à imprensa.

Ao expandir para a Colômbia, país onde cinco grupos financeiros estão dominando 80% do mercado, o banco tem a expectativa de encontrar um terreno fértil para disponibilizar soluções financeiras, segundo o CEO.

Segundo o levantamento realizado pelo Nubank, aproximadamente 26% dos colombianos adultos possuem no mínimo um cartão de crédito, contra mais de 50% no Brasil. Além disso, entre 70% e 85% das transações são feitas em dinheiro e o volume de depósitos realizados em bancos representa 22% do PIB, um terço da proporção brasileira, de 63%.

“Ainda é muito baixa tanta a penetração do cartão de crédito no país como o número de colombianos que têm dinheiro poupado nos bancos. Se avaliarmos que mais da metade da população tem um smartphone e cerca de 70% dos domicílios têm acesso à internet, vemos que a oportunidade de inclusão financeira e bancarização é enorme”, diz Catalina Bretón, designada ao cargo de gerente geral do Nubank Colômbia.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.