Atenção, empresários! Aumente a praticidade da conta PJ com o pagamento do PIX

A nova forma de transição bancária disponibilizada pelo Banco Central, o Pix, vem para agilizar e facilitar a vida de pessoas físicas. Agora, a novidade é que pessoas jurídicas também terão acesso ao mesmo benefício e de forma gratuita. A grande diferença do Pix para outras formas de transação é que ele pode ser realizado a qualquer hora do dia, incluindo fins de semana e feriados.

Atenção, empresas! Aumente a praticidade da conta PJ com o pagamento do PIX
Atenção, empresas! Aumente a praticidade da conta PJ com o pagamento do PIX (Imagem: Google)

O Nubank anunciou a integração ao sistema para as contas de pessoas jurídicas, e nesse caso a regra segue a mesma. Também será permitido fazer transferências e pagamentos em menos de 10 segundos.

Com ele, pessoas físicas e jurídicas vão poder enviar e receber dinheiro, uma nova opção além dos antigos conhecidos TED, DOC, boleto e cartão.

É válido ressaltar que o Pix é uma função aberta para que todos os bancos possam fazer cobranças para pessoas jurídicas. No Nubank, porém, a cobrança não será realizada.

No site, a empresa garante que não será preciso “esperar 3 dias úteis para receber um boleto, por exemplo”.

Para os clientes da conta PJ Nubank, o cadastro das chaves Pix da conta jurídica serão liberados a partir do dia 5 de outubro deste ano. O sistema estará disponível automaticamente para todos a partir do dia 16 de novembro.

As chaves Pix são formas de identificação da conta de cada pessoa nas transações. Ou seja, ao invés do número conta, agência e CPF ou CNPJ, comumente solicitado por outros meios, será necessário informar apenas a chave, que pode ser o número do CNPJ ou CPF, número do telefone celular, e-mail ou até mesmo uma chave aleatória criada especificamente para esse tipo de transição.

Entre os benefícios citados pela Nubank estão: a agilidade do novo modo de transição para contas PJ, custos reduzidos (principalmente para PJ Nubank, que terá o serviço gratuito), além de permitir que pessoas jurídicas usem a ferramenta para pagar fornecedores, salários de funcionários e tributos.

Já para estabelecimentos, empresas e pessoas físicas que aderirem ao Pix, serão oferecidas duas formas: a criação de um QR Code para ser compartilhado com o pagador ou informando a chave Pix registrada em alguma conta. No caso do QR Code, poderá ser gerado uma única vez ou a cada nova transação.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Isabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.