Banco Original e Banco Inter iniciam integração ao sistema PIX; o que significa?

PONTOS CHAVES

  • O PIX é uma nova solução de pagamentos instantâneos
  •  Com ele será possível fazer transferências e pagamentos de forma rápida e prática 
  • Através do PIX será possível ainda realizar cobranças em estabelecimentos físicos através de QR Code

O PIX é uma nova solução de pagamentos instantâneos que está sendo desenvolvido e operado pelo Banco Central para lançamento esse ano. Diversos bancos já estão se preparando para a novidade. O Banco Inter e o Banco Original são os primeiros dentro do meio digital.

Banco Original e Banco Inter iniciam integração ao sistema PIX; o que significa?
Banco Original e Banco Inter iniciam integração ao sistema PIX; o que significa? (Imagem: Google)

Banco Inter

O Inter já deu início ao processo de integração com o PIX, e alguns de seus clientes estão sendo notificados a respeito da novidade. Os clientes são avisados da possibilidade de realizar um pré-cadastro do PIX.

Na notificação é informado que o acesso à chave do PIX ficará disponível em 5 de outubro. Até o momento, a previsão de lançamento do sistema pelo Banco Central é para o mês de novembro.

Segundo a notificação enviada pelo Inter, o CPF do cliente será a sua chave do PIX. Porém, no menu o usuário poderá criar novas chaves com e-mail, número de seu telefone, entre outros.

Tendo a chave do PIX, é possível receber e efetuar transferências para qualquer banco e em todos os sete dias da semana.

  • Como os clientes do Inter vão efetuar pagamentos pelo PIX?

Efetuar pagamentos pelo PIX será extremamente prático e a operação pode ser realizada de várias formas, como:

  • Através da leitura de um QR Code com a câmera do seu smartphone, na opção de fazer um PIX no aplicativo da sua instituição financeira ou de pagamento;
  • Abrindo um link enviado pelo recebedor; ou
  • Inserindo uma chave para endereçamento, que pode ser CPF/CNPJ, e-mail ou telefone celular do recebedor, através da opção disponibilizada por sua instituição financeira ou de pagamento no aplicativo instalado em seu celular.

Embora seja mais demorado e menos prático, a opção de digitar manualmente os dados da conta transacional do usuário recebedor, como acontece atualmente para iniciar um TED ou DOC, continuará disponível.

Quando o pagamento com o PIX for finalizado, o cliente do Banco Inter vai receber o comprovante de pagamento.

Banco Inter (Imagem: Google)

Banco Original

Neste início, o cadastramento dos clientes para utilizar o PIX através do Banco Original será através da autorização dos clientes para que suas chaves sejam cadastrados na nova solução de pagamentos.

Os dados aceitos poderão ser o número de celular, CPF ou e-mail e o usuário precisa indicar a instituição financeira que será utilizada.

Como foi dito, o PIX começa a operar em novembro, mas os clientes do Banco Original já podem encontrar informações a respeito dele nos canais de atendimento do Banco.

“O PIX é a grande aposta de que realmente estamos vivendo um novo momento do setor de pagamentos. Viveremos num mundo em que tudo será feito de forma instantânea.”, explica o diretor-executivo de TI, Produtos, Open Banking e Operações do Banco Original, Raul Moreira.

Banco Original (Imagem: Google)

PIX

O PIX é uma nova solução de pagamentos instantâneos que está sendo desenvolvido e operado pelo Banco Central.

Com ele será possível fazer transferências e pagamentos entre pessoas, empresas e governos de maneira simples e barata, 24 horas por dia e todos os dias da semana.

Através do PIX será possível ainda realizar cobranças em estabelecimentos físicos através de QR Code, que está sendo amplamente usado no comércio para que os clientes possam realizar seus pagamentos.

De acordo com João Manoel Mello, o diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do Banco Central, o PIX não significará uma “ruptura” no setor de meios de pagamento e sim vai funcionar ao mesmo tempo que o boleto, os cartões e os TED e DOCs.

“O Pix é mais um meio de pagamento, vai coexistir com os outros. A gente sabe que os outros entregaram muito valor para a sociedade. O Pix complementa, preenche lacunas e o que a sociedade achar mais conveniente usar, acho natural que caminhe”, afirmou João.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA